Desfiles das Escolas de Samba de São Luís podem não acontecer
Tecnologia do Blogger.

Desfiles das Escolas de Samba de São Luís podem não acontecer

Itamilson, da LIESMA 

"Estamos a apenas um mês do Carnaval e ainda não temos nenhuma posição concreta", diz Presidente das Escolas de Samba. Em nota, Governo garante o repasse de recursos.

Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos do Maranhão estão na expectativa pela resposta deste sábado (28) da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) sobre a antecipação dos recursos financeiros para a realização dos desfiles. Caso seja negativa, os desfiles serão inviabilizados, conforme afirmou Itamilson Lima,  presidente da Liga das Escolas de Samba.
As negociações começaram em agosto do ano passado, quando o Governo sinalizou a possibilidade de antecipar R$ 70 mil um mês antes do Carnaval. Por enquanto, o repasse ainda não ocorreu, mas existe a possibilidade de ser realizado via Lei Estadual de Incentivo à Cultura ou via convênio com a Prefeitura. “O que estamos preocupados é que estamos a apenas um mês do Carnaval e ainda não temos nenhuma posição concreta”, disse o presidente, lembrando que existem gastos já realizados com tecido, ferro, compensado e costureira. “Nossos custos chegam a R$ 250 mil por escola e somente 30% conseguimos arcar com recursos próprios”.
O que teria sido estabelecido é que o Estado contribuirá com R$ 70 mil e a Prefeitura com R$ 60 mil, ou seja, cada escola receberá R$ 130 mil. Em nota, a Sectur esclarece que “o subsídio que será pago às Escolas de Samba para o carnaval 2017 está garantido no valor de R$ 70 mil, mesma quantia repassada em 2016″.
A Sectur informa, ainda, que está tomando todas as providências legais para agilizar o pagamento e que na próxima semana divulgará a data do depósito”, finaliza.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!