Escola Marambaia do o Samba vai homenagear Continente Africano
Tecnologia do Blogger.

Escola Marambaia do o Samba vai homenagear Continente Africano



África com samba no pé
Escola Marambaia do o Samba vai homenagear Continente Africano no desfile oficial de passarela, levando 21 alas e quatro carros-alegóricos para o Anel Viário
“Majestosa Mãe África: Herança dos Nossos Ancestrais” é o título do enredo da escola Marambaia do Samba para o Carnaval deste ano. A agremiação do Bairro de Fátima, que ficou na terceira colocação no desfile oficial de passarela no ano passado, vai levar para a passarela do samba do Anel Viário a história do Continente Africano e sua contribuição para a cultura maranhense.

Com 21 alas, quatro carros-alegóricos, um tripé e 120 ritmistas na bateria, a Marambaia vai brigar pelo título de campeã do Carnaval maranhense com muita força de vontade. Segundo a presidente da escola, Maria Célia Ribeiro, o esforço é grande para mostrar um trabalho razoável, diante das dificuldades e da crise econômica por que passa o Brasil. Ela disse que a comunidade está fazendo a sua parte. A escola teve projeto aprovado na Lei Estadual de Incentivo à Cultura, mas ainda está em busca de uma empresa patrocinadora.
Por hora, os ensaios da bateria acontecem semanalmente, às terças e quintas-feiras, sempre às 20h, na sede, instalada próximo ao Ginásio Guilberto Alves, sob o comando dos intérpretes: Benivaldo Ribeiro, Marlon Reis, Bulico e J. Júnior. “Nós estamos em ritmo intenso de preparação para o desfile, conforme já sinalizado pelo poder público com a garantia da festa na passarela do samba”, disse a presidente.
Fantasias

De acordo com o carnavalesco Dennys Melodia, o trabalho de confecção de fantasias segue acelerado nos ateliês, bem como a montagem das estruturas dos carros-alegóricos, no barracão. “Além dos ensaios do samba com a bateria, estamos envolvidos com o trabalho nos bastidores, montando carros e confeccionando as fantasias, mobilizando a comunidade em torno do projeto da escola para este ano”, disse Dennys.
Ano passado, a escola do Bairro de Fátima levou para a avenida uma homenagem ao jornalista e poeta Bandeira Tribuzi, por meio do enredo “De Tribuzi a São Luís, uma louvação ao Carnaval”. Na passarela, a escola relembrou a trajetória do homem que introduziu o Modernismo no Maranhão e fundou, ao lado de José Sarney, o jornal O Estado.

Assinada por Denys Melodia e Haroldo Oliveira, a letra do samba-enredo de 2016 teve inserções de poemas do homenageado na voz de Benivaldo. Em 2015, a Marambaia reportou a vida e trajetória do jornalista Pergentino Holanda, o PH, também de O Estado, que é padrinho da escola de samba.

A escola Marambaia do Samba foi fundada em 1954. Em 1979, apresentou um enredo falando sobre a Igreja do Desterro. Já em 1981, falou sobre o Bairro de Fátima. Naquele ano, a agremiação teve o seu auge na passarela na Praça Deodoro. No ano seguinte, porém, foi rebaixada para a 2ª Divisão, onde ficou por muitos anos. Em 2010, foi a quarta a desfilar na Segunda-Feira Gorda de Carnaval, classificando-se em sexto lugar. 
No Carnaval de 2011, apresentou-se com o tema “Igaraúriuca, um santuário entre nós”, conquistando um inédito vice-campeonato do Carnaval de São Luís. Para este ano, o desfile da Marambaia na passarela está previsto para a Terça-Feira Gorda de Carnaval, por volta de 1h.


0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!