Agosto - Mês do desgosto?
Tecnologia do Blogger.

Agosto - Mês do desgosto?


Saiba como encarar este período com mais positividade
Aline Melo (psicologa)
Mais um agosto acaba de chegar e junto com ele a superstição de mês do desgosto (ou mês do cachorro louco). Mas, de onde vem essa crença? Vem de uma série de acontecimentos históricos infelizes, como o início da Primeira Guerra Mundial no dia 1º de agosto, o ataque às cidades japonesas Hiroshima e Nagasaki nos dias 6 e 9, o começo da construção do Muro de Berlim no dia 13, entre vários outros. Somado a essa crendice, está o fato de ser em agosto que percebemos que o ano está chegando ao fim e muitas metas que traçamos na virada do ano ainda não foram cumpridas. Janeiro vem repleto de um sentimento de esperança de que as coisas vão mudar. São promessas de emagrecer, de mudar de emprego, de viajar, de começar um novo curso, de sair de casa, entre tantos outros planos que vivemos postergando, porque sempre achamos que teremos tempo. Então, chega agosto e nos damos conta de que pouco foi feito para alcançar as mudanças que desejamos. Para comentar sobre essa sensação, a psicóloga do São Cristóvão Saúde, Aline Melo, dá dicas para ter uma vida mais positiva.

“A cada início de ano, somos estimulados a redefinir objetivos, como se enfrentássemos um novo ponto de partida, uma nova oportunidade para recomeçarmos e sermos mais felizes. Entretanto, apenas esse pontapé inicial ou a superstição de usar roupa branca para atrair paz, não é suficiente. O tempo vai passando e nos deparamos com a mesma situação de nossas vidas, sem mudanças efetivas, o que gera frustração”, explica a profissional.  Segundo ela isso pode ser usado de maneira positiva se transformar a insatisfação em uma razão para sair da estagnação e realmente tentar mudar.
A profissional alerta, “para ver essas mudanças acontecerem, devemos deixar de lado os pensamentos negativos e inseguranças para pôr em prática nossos sonhos”. “A pessoa deve buscar compreender este sentimento, sendo mais ativa em busca das mudanças desejadas, sem ser necessário esperar que um ano recomece para tentar fazer a diferença. Todo dia é uma nova oportunidade”, aconselha a psicóloga. Ainda de acordo com Aline, encarar a vida com positividade é capaz de fazer com que encontremos mais facilmente soluções aos nossos problemas.
Por isso, ao invés de temer o mês de agosto, o ideal é recebê-lo com confiança e aproveitar este momento de reavaliações para tomar novos rumos em busca do que realmente faz a diferença. “Pare de adiar os sonhos e vá atrás deles. Não existe mês bom ou ruim, o que existe é nossa força de vontade em transformar todos os momentos de nossas vidas propícios à felicidade. Invista toda a energia em atitudes sempre”, finaliza a psicóloga. 

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!