Marcelo Oliveira não é mais técnico do Palmeiras
Tecnologia do Blogger.

Marcelo Oliveira não é mais técnico do Palmeiras

Marcelo Oliveira é dispensado do Palmeiras após equipe perder em casa por 2 a 1 para <br>o Nacional, pelo Grupo 2 da Libertadores

Marcelo Oliveira não é mais técnico do Palmeiras. O anúncio foi feito oficialmente na madrugada desta quinta (10), pelo diretor de futebol Alexandre Mattos, após a derrota para o Nacional, no Allianz Parque, pela Libertadores.

"Não foi da maneira que pensamos [o trabalho de Marcelo Oliveira] e achamos [que esse é] o momento da troca. Nossa situação na Libertadores ficou difícil, não vamos ignorar isso. A culpa não é só do Marcelo", disse Mattos, que citou a responsabilidade de jogadores e da diretoria.


O comandante, bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro em 2013 e 2014, chegou ao Palmeiras em junho de 2015. Ele foi contratado para substituir Oswaldo de Oliveira e conquistou a Copa do Brasil em dezembro.
Marcelo Oliveira deixa a equipe após 53 jogos. Foram 24 vitórias, 11 empates e 18 derrotas.

Sobre o perfil do novo treinador, Mattos afirmou que quer alguém que "chegue para colocar o Palmeiras em cima". Contra o São Paulo, domingo (14), o Palmeiras será dirigido interinamente por Alberto Valentim, auxiliar técnico.
Folha apurou, durante a derrota por 2 a 1 para os uruguaios, que o treinador voltaria a ficar pressionado no cargo.

Uma das dificuldades para definir o novo comandante seria que não há, no mercado, um nome disponível que agrade a cúpula alviverde.
Cuca, que rescindiu com o Shandong Luneng, da China, no fim de 2015, não é unanimidade e, segundo informações recebidas por dirigentes alviverdes, tem uma pendência financeira ainda do contrato chinês que pode emperrar a negociação.

FALTA DE CONVICÇÃO

Chamou a atenção de dirigentes do Palmeiras a falta de convicção de Oliveira. Nesta quarta, por exemplo, a torcida começou a pedir o argentino Allione, que estava no banco, logo no início do segundo tempo.
Nem 20 segundos após começarem os gritos, o argentino foi chamado por Tico dos Santos para substituir Jean.

A não escalação do argentino desde o início, autor de dois gols nos dois últimos jogos (sobre Rosario e Capivariano), em vitórias que pareciam ter dado fôlego a Oliveira, também foi motivo de críticas dentro do clube ainda antes de a derrota para o Nacional acontecer.

A escalação do volante Jean, contratado do Fluminense, também rende críticas a Oliveira dentro da direção do clube. Arouca estava no banco. 

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!