Mariana Godoy troca jornal por 'talk show'
Tecnologia do Blogger.

Mariana Godoy troca jornal por 'talk show'

Após 23 anos na Globo, jornalista estreia na próxima sexta na RedeTV!

Ao vivo, programa focado em política e economia alternará entrevistas com reportagens na rua
FERNANDA REISDE SÃO PAULO - FOLHA DE SÃO PAULO 
Após 23 anos entre Globo e GloboNews, a jornalista Mariana Godoy estreia na sexta (8), na RedeTV!, o "talk show" semanal "Mariana Godoy Entrevista". Não se trata, entretanto, de um programa com banda e piadas, como "talk show" dá a entender. Tampouco de um programa só de conversas, à la Marília Gabriela, como o nome sugere.

Alternando entrevistas com vários convidados e reportagens na rua, a atração será mais jornalística que outras do gênero, como as de Jimmy Fallon ou de Jô Soares.
O primeiro entrevistado será o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), dando uma mostra do que vem por aí. "O programa terá um tom político, porque o noticiário está político. Veja as capas de jornal", diz Mariana.


"Não vai ser pesado e só sobre isso, mas quero ter política e economia porque afeta a vida das pessoas." Segundo Mariana, o objetivo é falar de tudo de maneira simples, palatável. "É um dever da TV aberta ser assim. Não vou me esconder atrás de siglas."

Jornalístico também não é sinônimo de sisudo e engessado, afirma. "Nada impede que, caso eu descubra que um governador joga baralho, a gente jogue uma mão de truco", diz ela, dando risada.
Ao vivo, o "talk show" terá uma plateia de 20 pessoas, que poderão fazer perguntas. Num palco, ela receberá o entrevistado em sofá que pertenceu a Hebe Camargo.
Caso os convidados a participar demorem para aparecer no programa, Mariana entrevistará um boneco feito aos moldes dele. Por enquanto, já há pronta uma marionete com a cara do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Mariana, que queria deixar o Rio, onde apresentava o "Jornal das Dez" na GloboNews, e se mudar para São Paulo, diz que foi procurada pela RedeTV! e quando soube que era para um "talk show" não teve dúvidas.
"Falei com o Boni, que me levou para a TV, sobre a mudança. Ele falou que se eu fosse sair da Globo, devia ser para mudar o que eu estava fazendo e não continuar a apresentar jornal", conta. "É legal, mas fácil ler teleprompter. Seria mais do mesmo."
Na RedeTV!, terá a oportunidade de fazer mais reportagens. "Depois de 23 anos no estúdio é bom variar. A rua aproxima e não dá para a gente se distanciar das pessoas."
Sobre audiência, Mariana diz que não é uma preocupação. "Estou numa TV pequena, sei disso. Mas a GloboNews, que tem um público qualificado, marca um ponto de audiência, se tanto." Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.
"Minha preocupação é fazer um programa legal. Audiência é algo que vamos cultivando ao longo do tempo."

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!