Saiba mais sobre a pista de atletismo da UFMA que será inaugurada nesta quinta-feira, pelo Ministro do Esporte George Hilton
Tecnologia do Blogger.

Saiba mais sobre a pista de atletismo da UFMA que será inaugurada nesta quinta-feira, pelo Ministro do Esporte George Hilton


No Brasil, a primeira universidade a receber uma pista como esta foi a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte, está investindo R$ 85 milhões para a construção de um centro esportivo em Minas, no qual a seleção brasileira de atletismo irá treinar. A UFMA e a UFMG já estão trabalhando em parceria para a troca de experiências, já que a UFMG é uma referência em Educação Física. O chefe do Departamento de Educação Física da UFMA, Mário Sevílio, diz que a entrega da pista dará um impulso e tanto para o desenvolvimento da modalidade no Estado.

A pista tem padrões internacionais e se somará às demais estruturas que já dispomos na UFMA. Além do atletismo, diversas modalidades foram dinamizadas com a reforma do núcleo de esportes, das quadras poliesportivas, da piscina semi-olímpica, assim como com a aquisição de equipamentos necessários para a prática desportiva e paradesportiva. Convém destacar que, para tanto, tivemos o incondicional apoio do governador Flávio Dino, quando, ainda na Câmara Federal, se empenhou pessoalmente destinando emenda parlamentar para a liberação dos recursos.


Com quatrocentos metros de comprimento e dez de largura, a Pista de Atletismo da UFMA contou com o financiamento de seis milhões do Ministério do Esporte para a sua construção, e faz parte de um conjunto de obras que correspondem ao legado que os Jogos Olímpicos de 2016 pretendem deixar na infraestrutura do esporte brasileiro.

A pista de atletismo da UFMA é uma obra de alta qualidade e, é capaz de abrigar qualquer competição nacional e internacional. Os investimentos tanto do Ministério da Educação quanto do Ministério do Esporte modificaram de forma positiva a realidade do esporte na Instituição, sendo que a Pista de Atletismo é um desses exemplos. “A Pista da UFMA tem padrões internacionais, e isso se deve graças ao incentivo do Governo Federal, e já é uma realidade aqui em nossa Universidade, o que irá somar-se às demais estruturas com as quais já contamos na UFMA, onde pretendemos implantar um mestrado que está  em análise pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior, além de  implantar o bacharelado em Educação Física, que vai formar profissionais empenhados em desenvolver atletas de alto rendimento no Maranhão.

A Pista de Atletismo da UFMA possui formato de meia-lua, pistas com caixas de areia para saltos à distância e triplo, e para que suas obras sejam finalizadas aguarda apenas o término da instalação do seu piso. De acordo com o coordenador do curso de Educação Física, e docente responsável pela disciplina de Atletismo na graduação, Alex Bezerra, esta Pista é um sonho realizado. A antiga pista de granito da UFMA era uma referência para a comunidade de São Luís e do Estado do Maranhão, já que muitas competições aconteciam nela. Agora, com essa nova pista que possui padrões Internacionais, os benefícios são incontáveis, até mesmo porque com a certificação classe dois que possui pela Associação Internacional das Federações de Atletismo, será possível registrar os recordes dos atletas.

A pista terá capacidade para 48 modalidades de atletismo tais como salto em distância, salto com vara e lançamento de discos, dentre outras. Com a possibilidade de a pista receber competições de níveis internacionais, sul-americanos, nacionais e regionais, o curso de Educação Física da Universidade vai se desenvolver ainda mais com a experiência dos próprios alunos tanto na parte da organização desses eventos, quanto também no âmbito da pesquisa científica de atletas de alto rendimento que estarão utilizando os espaços para treinos.

Além disso, a pista da UFMA será um local de inclusão social a partir de atividades que vão envolver a comunidade em torno da UFMA, oferecendo a oferta de esportes, como o Projeto Esporte e Lazer da Cidade, o PELC. Com isso, será possível afastar os jovens do mundo das drogas, criando espírito de disciplinar e inclusão social e quem sabe descobrir algum talento dentre eles.

Para incentivar a prática esportiva na Universidade foram realizadas ações permanentes nos últimos anos, o que coloca o curso de Educação Física em posição de destaque. Atualmente, todos os campi do continente possuem uma quadra poliesportiva. Foi implantado, no Campus de Pinheiro, o primeiro curso de Educação Física – Licenciatura do continente e, em São Luís, o curso de Educação Física – Bacharelado.

A melhoria na infraestrutura do curso produziu um resultado inédito. No Sistema de Seleção Unificada (SiSU), o curso de Educação Física foi o quarto mais procurado. O curso está em uma nova fase. Ele cresceu muito e as reformas e construções que estão acontecendo elevaram os patamares na qualidade do ensino. No norte e no nordeste, só a UFMA possui os equipamentos necessários para fazer as atividades de pesquisas na área de fisiologia do exercício. Os investimentos na área do esporte têm sido altos. O departamento de Educação Física está na expectativa pela aprovação do Mestrado em Educação Física, em análise pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoa de Nível Superior.

Segundo o Ministério dos Esportes já são 53 pistas oficiais com projetos em andamento (em construção e reforma ou já inauguradas) em todo o Brasil, com recursos do Ministério do Esporte e de outras parcerias. O governo federal participa com a maior parte dos investimentos: R$ 312 milhões, e os parceiros entram com outros R$ 36 milhões. As pistas estão espalhadas por universidades, clubes, instalações militares e complexos multiesportivos.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!