Mais de 500 mil tiraram zero na redação do Enem
Tecnologia do Blogger.

Mais de 500 mil tiraram zero na redação do Enem

GERAÇÃO PERDIDA NO TEMPO E NO ESPAÇO
Escreveu tantos torpedos, tantos zaps, zaps, zaps, esqueceu de ler, ler, mas ler muito.
Resultados divulgados nesta terça-feira revelam que o desempenho geral dos estudantes caiu 9,7%


O DIA
Rio - Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 mostraram piora de 7,3% no desempenho em Matemática dos estudantes em relação a 2013. Além disso,529.374 deles ficaram com nota zero na redação, que registrou piora de 9,3% na média. Nas demais disciplinas, houve melhora de 5,4% em Ciências Humanas, de 2,3% em Ciências da Natureza e de 3,9% em linguagens e códigos.

No total, fizeram as provas 6,19 milhões de candidatos e houve queda média de 9,7% no desempenho. Apenas 250 receberam a nota máxima, mil pontos, em redação no Enem de 2014. De acordo com o Ministério da Educação, 55,7% receberam até 500 pontos.

Segundo o Ministério, 248,4 mil redações foram anuladas. A maior parte (217,3 mil) porque o texto fugia ao tema proposta. Além disso, em 13 mil foi copiado o texto motivador apresentado pela banca. O presidente do Inep, Chico Soares, considerou positivo os resultados, já que 519 mil, ou 8,25% do total tiveram nota acima de 700 pontos. “Nas notas mais altas, acima de 700, temos um número substancial de alunos”, afirmou ele.


Ministro Cid Gomes (no centro) acredita que tema da redação do Enem 2014 não foi tão discutido no país
Foto:  Agência Brasil

Os resultados, que foram processados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), foram divulgados ontem pelo Ministério da Educação. Na apresentação, o ministro da Educação, Cid Gomes, disse que é preciso avaliar com profundidade os motivos da queda, já que não houve mudanças significativas em programas ou no financiamento ao setor. 
Ele afirmou que o mau desempenho na redação pode ter sido influenciado pelo tema Publicidade Infantil em Questão no Brasil, pouco conhecido. “O tema de 2013 foi Lei Seca. Essa questão foi muito debatida. A mídia focou muito o tema.”
Foram corrigidos 5.934.034 textos, dos quais 2.695.949 passaram para um terceiro corretor, chamado quando há discrepância de mais de 100 pontos entre os dois avaliadores.

Instituições federais tiveram a melhor média
O desempenho dos alunos de escolas federais, que representam 2% no Enem, foi superior ao de outras redes de ensino, inclusive a das escolas particulares. O desempenho no Enem é pré-requisito único para 205,5 mil vagas cadastradas no Sisu, sistema de seleção de instituições públicas de todo o país
As médias da rede federal foram as maiores nas cinco provas: Ciências Humanas (610,2 pontos); Ciências da Natureza (557,5); Linguagens (563,2); Matemática (589,6) e redação (618,7). A rede privada ficou em segundo lugar, seguida pelos estudantes de colégios das redes municipais e, em último, os das redes estaduais.
O ministro da Educação, Cid Gomes, admitiu que os resultados do Enem revelam que o ensino público brasileiro deixa muito a desejar. “Não dá para a gente fugir, tentar camuflar, e dizer que o ensino público brasileiro é bom. Estamos aqui para tentar melhorar”, afirmou. As notas dos participantes do Enem estão disponíveis desde ontem no site do Inep. O candidato deve acessar enem.inep.gov.br ou sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!