Editais e projetos abertos para o cinema
Tecnologia do Blogger.

Editais e projetos abertos para o cinema

Produtores de cinema podem inscrever projetos este mês; Ministério da Cultura e CineraMA são opções.

08/01/2015 - Jornal O Estado do Maranhão - Caderno Alternativo 

Os cineastas que estão em busca de apoios para a realização de seus projetos devem ficar atentos aos editais e projetos que estão com inscrições abertas. Na esfera local o destaque é para o concurso de argumentos do projeto CineraMA, que tem como objetivo criar uma equipe de desenvolvimento de conteúdo para cinema no Maranhão e está com inscrições abertas até 30 deste mês.
Já o Ministério da Cultura disponibiliza duas opções. A primeira é para longas-metragens dentro do programa de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro (PAQ), cujas inscrições podem ser feitas até o dia 23 de fevereiro. A segunda é o edital Curta Afirmativo 2014: protagonismo de cineastas afro-brasileiros na produção audiovisual que tem inscrições abertas até 30 deste mês.
Idealizado pela cineasta Mavi Simão, o concurso de roteiros do CineraMA contemplará 10 curtas-metragens de ficção que serão desenvolvidos ao longo de 2015. As inscrições podem ser feitas no endereço eletrônico http://www.projetocinerama.com.br.

De acordo com Mavi Simão, o concurso de argumentos é destinado a cinco dos 10 roteiros que compõem o projeto. “Os outros cinco serão selecionados a partir das propostas da equipe fixa de roteiristas que compõe o projeto e que é formada por Arturo Saboia, Bruno Azevêdo, Celso Borges e eu”, diz Mavi Simão.
Poderão participar do concurso de argumentos pessoas ligadas à literatura ou ao cinema. Para participar é necessário ter textos publicados ou filmes produzidos. Os selecionados receberão R$ 1.000,00 e participarão dos projetos como corroteiristas. Queremos que as pessoas ligadas ao audiovisual e à literatura, que têm boas ideias, participem, se inscrevam”, afirma Mavi Simão.
O resultado do concurso será divulgado em fevereiro e, em março, será realizada a primeira das três festas temáticas contempladas no projeto. A segunda será em julho, quando serão exibidas cenas dos bastidores dos trabalhos. A terceira, a de encerramento,ocorrerá em novembro. Haverá ainda uma mostra com os filmes realizados pelo projeto, que tem o patrocínio da Vivo, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e realização da Mil Ciclos Filmes.
Federais – O edital Curta Afirmativo 2014: protagonismo de cineastas afro-brasileiros na produção audiovisual tem o objetivo de estimular a produção cultural em todas as regiões do país e, com isso, dar voz e protagonismo a produtores negros e à cultura negra, historicamente excluídos das políticas públicas.
Com investimento de R$ 3 milhões, a proposta é apoiar a produção de obras nacionais inéditas dirigidas ou produzidas por negros. A iniciativa premiará 34 obras, 21 curtas-metragens com temática livre e 13 médias-metragens que abordem a cultura de matriz africana. O apoio financeiro varia de R$ 100 mil a R$ 125 mil, respectivamente.
Os interessados podem se candidatar pela internet, ao acessar o sistema Salicweb (www.cultura.gov.br/salicweb). As obras audiovisuais deverão ser inscritas por pessoas físicas autodeclaradas negras (pretos e pardos, de acordo com as categorias do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE), brasileiros natos ou naturalizados, que se apresentem obrigatoriamente como diretores ou produtores.
Para serem selecionadas, as obras passam por várias etapas de avaliação. Na habilitação, serão checados documentos, itens e informações solicitados em conformidade com exigências do edital, que faz parte de ações afirmativas voltadas para a população afrodescendente, como feiras, intercâmbios, prêmios e outros editais. A edição do Curta Afirmativo de 2012 teve investimento de mais de R$ 2 milhões e beneficiou 30 projetos de jovens realizadores e produtores negros.
Já para a chamada pública do programa de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro (PAQ) serão selecionadas obras cinematográficas brasileiras em razão da performance artística em festivais. A chamada pública contemplará empresas produtoras responsáveis pela produção de 10 obras lançadas comercialmente em 2012, que tenham recebido prêmios concedidos por júri oficial nas categorias de melhor filme e melhor direção, ou participado das principais mostras dos eventos listados no edital. As inscrições vão até o dia 23 de fevereiro.
A chamada destinará aos contemplados um total de R$ 5 milhões, que serão divididos de forma igualitária entre as empresas. A pontuação das obras será computada de acordo com faixas de classificação dos festivais nacionais e internacionais, definidas pela Ancine.
Os recursos, oriundos do Fundo Setorial do Audiovisual, deverão ser destinados, na modalidade participação em projeto via contrato de investimento, à produção de obras audiovisuais brasileiras independentes de ficção, animação ou documentário.


0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!