Trabalho na Câmara de São Luís recomeça com o discurso para acalmar descontentamentos
Tecnologia do Blogger.

Trabalho na Câmara de São Luís recomeça com o discurso para acalmar descontentamentos

Vereadores de São Luís ouviram dos representantes da Prefeitura que o momento é de crise
Carla Lima - Jornal O Estado do Maranhão
A crise econômica foi o tom dado por representantes de São Luís na sessão que marcou a reabertura dos trabalhos no legislativo municipal
Foram reabertos nesta quarta-feira, 2, os trabalhos na Câmara Municipal de São Luís. Na solenidade, os discursos foram sobre a crise econômica do Brasil e o que isso tem afetado a gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) na capital maranhense.

O tom dos discursos foi dado pelo vice-prefeito, Júlio Pinheiro, que representou Edivaldo Júnior na solenidade no Legislativo Municipal.
Segundo Pinheiro, o momento é de paciência e cautela para que as demandas apresentadas pelos legisladores sejam atendidas com o critério de importância para a sociedade.
"Precisamos daquela paciência histórica já que vivemos um momento de crise e nem toda demanda que é apresentada poderá ser atendida. Nosso critério é interesse da cidade", afirmou Júlio Pinheiro.
O motivo para tal discurso é a pressão que vereadores de São Luís vinham fazendo para que o prefeito Edivaldo Júnior atendesse as demandas encaminhada pelos parlamentares.
Durante o recesso da Casa, muitos vereadores reclamavam da falta de diálogo do Poder Executivo e já falavam em deixar a base de Edivaldo na Câmara.
Calma - O presidente da Câmara Municipal, Astro de Ogum (PR), durante a sessão solene, pediu calma e disse que este segundo semestre deve ser de trabalho em prol da sociedade.
"Quero pedir paz a todos neste segundo semestre. Com diálogo e pedir que quando for feita a oposição, essa deve ser feita com responsabilidade. Temos que trabalhar juntos pelo bem da população", afirmou Astro de Ogum.
Estiveram na solenidade de reabertura dos trabalhos na Câmara o novo secretário Municipal de Governo, Pablo Rebouças, e ainda o secretário de Articulação Política, Jota Pinto.
Os dois também pregaram o discurso da paciência por parte dos vereadores devido a crise econômica no país.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!