UFMA cresce nos Indicadores de Qualidade da Educação Superior do MEC
Tecnologia do Blogger.

UFMA cresce nos Indicadores de Qualidade da Educação Superior do MEC



Cursos de Administração e Psicologia obtiveram a pontuação máxima

A Universidade Federal do Maranhão elevou seus índices na avaliação dos cursos de graduação realizada pelo Ministério da Educação (MEC). Os dados apontam ainda que os cursos de Administração e Psicologia conquistaram nota máxima no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) realizado em 2015. Os Indicadores de Qualidade da Educação Superior foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep), na última quarta-feira, 8.

O Inep atribui notas numa escala crescente de 1 a 5 e compõe os dados por meio de três Indicadores de Qualidade da Educação Superior. São eles: Conceito Enade; Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). Eles mantêm relação direta com o Ciclo Avaliativo do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e, portanto, são avaliados segundo as áreas de avaliação vinculadas a um dos três ciclos.
Em 2015, foram avaliados os bacharelados nas áreas de Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins, além dos eixos tecnológicos em Design, Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer e Produção Cultural. Entre os 11 cursos avaliados da UFMA, dos câmpus de São Luís e Imperatriz, cinco foram certificados com o conceito “Bom” e seis com o conceito “Muito Bom”, com destaque para os cursos de Administração e Psicologia, que obtiveram a pontuação máxima.
Segundo o procurador educacional institucional da UFMA, Romildo Sampaio, todos os cursos da UFMA foram bem avaliados, e a universidade foi a única do estado que teve um crescimento em relação à última avaliação do mesmo ciclo, ocorrido em 2012, aproximando seu IGC a 4, ou seja, ao conceito “Muito Bom”.
Nesse contexto, a universidade já busca ampliar os resultados obtidos. “Como o MEC considera o CPC o principal indicador de qualidade para medir a suficiência do curso de graduação, os coordenadores, ao receberem as notas, partem para uma segunda etapa do trabalho: analisar e detectar a necessidade de alterações dentro das matrizes do projeto curricular de cada curso para, assim, orientar possíveis mudanças nas ementas nas diretrizes curriculares nacionais”, frisou Sampaio. O procurador lembra ainda que muitas políticas educacionais estão associadas a esses conceitos, como por exemplo, a quantidade de recursos destinada às instituições de ensino superior.
Entre os 1.806 cursos avaliados, o curso de Administração conseguiu resultado inédito na prova do Enade 2015 e está entre os 50 melhores do país. “O resultado representa o comprometimento dos professores, que enfatizam a formação prática e teórica cotidianamente, e dos estudantes, que buscam o reconhecimento e a excelência do curso”, ressaltou a professora de Administração, Vilma Heluy, então coordenadora do curso em 2015.
Já para a coordenadora do curso de Psicologia, Catarina Malcher, o resultado exalta os 25 anos de existência do curso. “A nota máxima no Enade veio a coroar esse momento de comemorações e representa o desempenho dos discentes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes nacionais para a formação em Psicologia. Não posso deixar de registrar, ainda, que a nota é uma demonstração de determinação de todos que compõem a estrutura do curso, mesmo em um cenário de crise”, pontuou.
Na análise da pró-reitora de Ensino, Isabel Ibarra, os resultados positivos da UFMA são reflexos das ações realizadas pela Pró-Reitoria de Ensino (Proen), a Procuradoria Educacional Institucional (PI) e as coordenações de curso na sensibilização dos estudantes para a realização do Enade. “Esta conquista é fruto do trabalho realizado com as coordenações. É também resultado do envolvimento dos professores, da administração superior e, principalmente, dos alunos, que compreenderam a importância de realizarem o Enade”, lembrou Isabel.
Saiba mais
Conceito Enade
O conceito Enade é divulgado anualmente para os cursos que tiveram estudantes concluintes participantes do Enade, que tem como objetivo aferir o desempenho dos estudantes em relação aos conteúdos programáticos previstos nas diretrizes curriculares dos respectivos cursos de graduação e as habilidades e competências em sua formação. Em 2015, foram avaliados os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social (Jornalismo), Design, Direito, Psicologia e Turismo, que serão reavaliados este ano.
CPC
O Conceito Preliminar de Cursos (CPC) é calculado no ano seguinte ao da realização do Enade de cada área, com base na avaliação de desempenho de estudantes, corpo docente, infraestrutura, recursos didático-pedagógicos e demais insumos, conforme orientação técnica aprovada pela Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes).
O CPC dos cursos com oferta nas modalidades presencial e a distância é divulgado conjuntamente, considerando a soma dos estudantes das duas modalidades e seus respectivos resultados.
IGC
O Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição é um indicador de qualidade que avalia as instituições de educação superior e leva em consideração a média dos últimos CPCs disponíveis dos cursos avaliados da instituição no ano do cálculo e nos dois anteriores, o número de matrículas em cada um dos cursos computados, a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela Capes na última avaliação trienal disponível e a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu.


0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!