Praça da Misericórdia está precária
Tecnologia do Blogger.

Praça da Misericórdia está precária

 ABANDONO
Logradouro é um dos mais antigos da cidade; foi construído em 18 de maio de 1912, na gestão do coronel Mariano Martins Lisboa; moradores de rua ocupam os bancos da praça e dormem durante o dia
Localizada em frente à Santa Ca­sa, no Centro, a Praça da Misericórdia é um dos principais logradouros da cidade. Seja pela sua localização ou pela importância histórica, a praça tem um grande valor. Mas não é isso o que se vê atualmente no local, que está abandonado pelo poder público.

O logradouro está se deteriorando gradativamente, por falta de conservação. Todas as grades que delimitam os canteiros estão quebradas. Restaram apenas alguns pedaços soltos e retorcidos.
A maior parte dos bancos que um dia já serviram para descanso a moradores da região e acompanhantes de pacientes do hospital também está quebrada. Sobraram apenas os assentos co­­­locados sobre as bases também quebradas, oferecendo um gran­de risco para quem quer sentar-se. Esses ainda são ocupados por moradores de rua, que dormem durante o dia.
Outra preocupação é com a fon­te que há na praça. Segundo vendedores ambulantes do local, a fonte é um potencial criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya, que pode picar as pessoas que transitam na praça e até mesmo os pacientes e funcionários do hospital vizinho.
Ainda de acordo com os vendedores, o espaço foi capinado recentemente. Mas são muitos os problemas que permanecem na praça e chamam a atenção de quem frequenta o local. “É muito triste ver que ninguém faz nada para arrumar a praça. Tem tanta gente que passa por aqui ou sai do hospital e senta um pouco aqui. Devia ser bem mais arrumado, limpo”, disse a dona de ca­sa Madalena Pinheiro Souza.
Fonte da praça tem água suja, que pode servir de criadouro de Aedes

Além de todos esses problemas estruturais, a praça está servindo de abrigo para moradores de rua, que deixam seus utensílios “guardados” na Praça da Misericórdia. São, em sua maioria, panelas deixadas nas proximidades da fonte, que tornam o aspecto visual da praça ainda pior.
Procurada por O Estado, o Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) informou, em nota, que a Praça da Misericórdia está inserida no conjunto de obras de revitalização de praças do Gover­no do Estado. A Prefeitura reiterou que a atual gestão já requalificou mais de 20 praças nos úl­timos três anos, beneficiadas com serviços de infraestrutura e paisagismo, além da instalação de equipamentos para a prática de atividades físicas e lazer.

SAIBA MAIS

Conforme dispõe a Lei nº 4.669, de 11 de outubro de 2006, que trata do Plano Diretor do
Município de São Luís, as praças, áreas verdes e espaços livres em geral devem ser alvo de ações estratégicas do poder público municipal para a revitalização e conservação.


0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!