Mapeamento da cultura maranhense
Tecnologia do Blogger.

Mapeamento da cultura maranhense


Técnicos do Iphan-MA se reúnem hoje em Caxias, com representantes de grupos de bumba meu boi e tambor de crioula para fazer diagnóstico dos bens culturais
CAXIAS – Uma reunião com técnicos da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Maranhão (Iphan) e integrantes da Secretaria Municipal de Patrimônio, Cultura e Turismo de Caxias está prevista para acontecer hoje, naquele município, com representantes de grupos de bumba boi e tambor de crioula da região. O objetivo é fazer um diagnóstico desses bens culturais e traçar um plano de atuação voltado para a salvaguarda deles. Outras reuniões para discutir o tema serão realizadas posteriormente.


A reunião acontecerá das 8h às 12h, com representantes do bumba boi. À tarde, o encontro será das 14h às 18h, com representantes do tambor de crioula e participação dos responsáveis pelos grupos dos municípios de Caxias, Timon, São João do Sóter, Aldeias Altas, Codó e Matões.
“É um trabalho importante, pois agora estamos ouvindo os grupos do interior. É uma realidade diferente dos da capital. Queremos entender como esses trabalhos se dão no interior, como eles pensam e quais as dificuldades que eles enfrentam para manter esses bens culturais em atividade”, detalhou a superintendente do Iphan, Kátia Bogéa.
Salvaguarda - Segundo o Iphan, a reunião com representantes desses bens culturais foi iniciada no ano passado com intuito de levantar questões e demandas dessas expressões da cultura popular maranhense, tendo em vista a elaboração do Plano de Salvaguarda do Bumba Meu boi e a ampliação do Plano de Salvaguarda do Tambor de Crioula.

“Ao registrarmos esses bens no Plano de Salvaguarda temos a obrigatoriedade de fazer a salvaguarda deles. Estamos fazendo uma mobilização com detentores do tambor de crioula e bumba meu boi com representações na Região dos Cocais”, explicou Kátia Bogéa.
Os encontros também objetivam coletar subsídios para elaborar o planejamento das ações relativas ao Patrimônio Cultural Imaterial, considerando o protagonismo dos atores sociais do tambor de crioula e do bumba boi, reconhecidos como Patrimônio Cultural do Brasil em 2007 e 2011, respectivamente.
Vários encontros serão realizados até dezembro deste ano por todas as regiões do Maranhão. A antropóloga do Iphan, Izaurina Nunes, e Jair Gonçalves, diretor do Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho, são os responsáveis pelo mapeamento dos grupos culturais no interior do estado.
“Essas viagens têm o objetivo de identificar as demandas dos bens culturais para elaboração do plano de salvaguarda deles. A mobilização tem o intuito de fazer um levantamento do numero de grupos de bumba meu boi e tambor de crioula que se encontram naquela reunião”, explicou Kátia Bogéa.
O levantamento de grupos, realizado durante as viagens, e de aspectos relativos aos dois bens culturais, obtido nas reuniões e oficinas, vai fornecer subsídios para futuras ações de identificação das manifestações culturais, a exemplo de inventários e outros tipos de pesquisas, além de possibilitar ações de documentação e registro audiovisual dessas manifestações da cultura popular maranhense patrimonializadas pelo Iphan.


0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!