Morre a escritora e colunista Genu Moraes
Tecnologia do Blogger.

Morre a escritora e colunista Genu Moraes

Morre aos 87 anos em Teresina a escritora e jornalista Genu Moraes

Personalidade piauiense, Genu estava internada desde o domingo (4).
Genu foi a primeira mulher do Piauí a dirigir um automóvel


TERESINA (PI) - Morreu na manhã desta quarta-feira (7) aos 87 anos a jornalista e escritora Maria Genoveva de Aguiar Moraes, mais conhecida como Genu Moraes. Segundo Jozias Moraes, filho da escritora, dona Genu estava internada em um hospital particular de Teresina desde domingo (4) e sofria de insuficiência renal. Essa já era a segunda internação da escritora desde o Natal, quando sentiu-se mal pela primeira vez.
Ainda de acordo com Jozias, a escritora sofreu uma parada cardíaca nesta manhã e mesmo com o esforço dos médicos para reanimá-la acabou falecendo por volta das 6h40. O filho informou que ainda não foram definidos detalhes sobre velório e sepultamento de dona Genu. Abalado com a morte, ele destacou que sua mãe ficará lembrada pela garra como sempre encarrou os desafios.
“Essa tristeza que nos abate agora é natural, mas o que ela deixa é uma lição de vida, de mulher guerreira e de batalha”, comentou.
Genu Moraes era filha do ex-governador do PiauíEurípedes de Aguiar e se tornou uma das figuras mais conhecidas na sociedade piauiense, tendo participado ativamente da vida política do estado ao longo das últimas décadas.
Em 2012, Genu foi uma das personalidades reveladas na publicação "10 Mulheres Antes da Hora", organizada pelo jornalista Fenelon Rocha.
Em agosto do ano passado, ganhou uma exposição fotográfica na sede do projeto Música para Todos, na Zona Leste de Teresina. As imagens captadas pelas lentes do fotográfo Valdy Fortes mostravam Genu pousando as margens dos rios Parnaíba e Poti; na Fazenda Bananeiras, pertencente ao seu pai; na Praça Pedro II; assim como também fotografias dela dirigindo. O escritor e jornalista Kenard Kruel, amigo próximo da escritora, é autor do livro “Genu Moraes. A Mulher e o Tempo”, que traz algumas das imagens que ilustraram a mostra.
Genu também foi homenageada em algumas edições do Salão Internacional de Humor do Piauí com um palco cultural que tinha o seu nome. A escritora foi uma das primeiras mulheres a dirigir carro no Piauí e ainda presidiu o Sindicato dos Jornalistas do Maranhão, sendo a primeira figura feminina a ocupar essa função no país. No estado maranhense, Genu chegou a ser vereadora em São Luís. A escritora também ganhou notoriedade ao ocupar a chefia do cerimonial do Palácio de Karnak durante os governos de Alberto Silva e Mão Santa.
O governo do estado divulgou nesta manhã uma nota de pesar lamentando profundamente a morte de Genu Moraes. Na nota, o governador Wellington Dias classificou a perda como irreparável e afirmou que a jornalista “foi uma mulher revolucionária para a geração dela e que ganhou admiração pela capacidade de trabalho e pelo ótimo relacionamento que teve com todos”.




0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!