Sebastião Jorge é empossado novo imortal da AML
Tecnologia do Blogger.

Sebastião Jorge é empossado novo imortal da AML

 Sebastião Jorge ( primeiro à esquerda) na solenidade de posse, ontem, na AML

  • Jornalista e professor da Universidade Federal do Maranhão foi eleito este ano; ele passa a ocupar a cadeira 10; solenidade foi bastante prestigiada na sede da entidade
SÃO LUÍS - Em noite de emoção e homenagens, o jornalista Sebastião Jorge foi empossado, ontem, 1º, novo imortal da Academia Maranhense de Letras (AML). A solenidade, que aconteceu na sede da entidade, na Rua da Paz, Centro, foi prestigiada por confrades, além de familiares e amigos do escritor.


Ele expressou sua satisfação com a indicação para ser integrante da Academia. “É com imenso orgulho que estou me tornando o mais novo membro da uma Casa tão importante para a história deste estado”, declarou.
O novo imortal entrou no auditório da Casa de Antônio Lobo acompanhado por Ceres Fernandes e Lourival Serejo. Sebastião Jorge, ao adentrar no auditório da AML, se emocionou, já que foi aplaudido de pé pelos presentes.
Em discurso, o novo imortal fez referência ao Dia da Imprensa, comemorado ontem, e a Hipólito da Costa. “A imprensa é uma instituição valiosa. De importância impar e que precisa ser respeitada”, afirmou.
Sebastião Jorge também citou o escritor Jomar Moraes, já falecido, a quem substitui na Cadeira nº10. “Trata-se de um grande nome da literatura maranhense a quem terei a honra de substituir nesta tão nobre Casa”, afirmou.
O presidente da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar, expressou sua satisfação com a posse de Sebastião Jorge. “É com muita honra que esta Casa agora é mais nobre, com a eleição de um homem como Sebastião Jorge que, a meu ver, já deveria ter sido membro desta instituição há mais tempo”, disse.
Sebastião Jorge foi eleito, em março deste ano, integrante da Casa de Antônio Lobo por 26 votos, contra 4 de seu concorrente, o também jornalista Nagib Jorge Neto. No pleito, houve ainda um voto em branco e seis abstenções.
Perfil
Sebastião Barros Jorge nasceu em 1939 na cidade maranhense de São Bento. Pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), licenciou-se em Geografia (1970), fez pós-graduação latu senso em Teoria e Técnica de Comunicação (1977) e bacharelou-se em Ciências Jurídicas (1979). É professor emérito da UFMA.
Exerceu ainda diversos cargos na área de comunicação no poder executivo e colabora em veículos de imprensa, especialmente os impressos. Atuou como colaborador de jornais como O Dia, Pacotilha – O Globo, O Imparcial, Correio do Nordeste, Diário da Manhã, Jornal de Bolso, A Tribuna e da Revista Desportos e Lazer. Também publicou crônicas no Jornal de São Bento e foi correspondente da Revista Visão, de São Paulo; e redator das rádios Gurupi e Timbiras e da TV Difusora.
Frase                                                                                                        
“O primeiro dever do homem em sociedade é ser útil, como diria Hipólito da Costa. E que assim continue. Que eu possa dar a minha humilde contribuição para a historia desta Casa”
Sebastião Jorge

Escritor

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!