Festival Guarnicê de Cinema exibe documentário sobre Ferreira Gullar
Tecnologia do Blogger.

Festival Guarnicê de Cinema exibe documentário sobre Ferreira Gullar

Evento tem seu terceiro dia, no último domingo, 4, com programação que começou às 14h30 com exibição de filmes, bate-papo e mostras competitivas

Aberto na última sexta-feira, 2, o Festival Guarnicê de Cinema prossegue até o dia 10 com uma programação diversificada que contempla exibições das mostras competitivas, oficinas, mesas redondas em espaços culturais do Centro Histórico de São Luís. E neste domingo, 4, no Teatro Alcione Nazaré, Centro de Criatividade Odylo Costa, filho (Praia Grande) foi exibida a mostra competitiva maranhense, a partir das 14h30. Logo após houve sessão especial do documentário “Um maranhense chamado José Ribamar - A arte existe porque a vida não basta”, de Zelito Viana e Gabriela Gastal sobre Ferreira Gullar. O diretor Zelito Viana participou  de um bate-papo com os presentes.


Um tributo à contribuição de Ferreira Gullar ao mundo das artes, o documentário traz textos célebres do escritor dramatizados por Marco Nanini, em interpretações intensas e solitárias de alguns de seus versos mais conhecidos. Na voz do ator é possível conhecer um pouco da personalidade do homenageado, saber dos problemas enfrentados nos tempos de ditadura militar, os dramas da sua vida e seus questionamentos políticos e sociais.
Os poemas de Gullar ainda ganham versões musicadas por Paulinho da Viola e nas vozes de Adriana Calcanhotto e Laila Garin. O roteiro de Nelson Motta traz verdadeiras pérolas registradas em entrevistas com o protagonista desta película. Ferreira Gullar explica a relação com suas obras, a descoberta do apreço pela poesia e o início da vida no Maranhão sem fugir de polêmicas, marca tradicional de sua trajetória.
No domingo ocorrem ainda a Competitiva Nacional, Mostra Bananeira e Acessibilidade (veja programação deste domingo, 4, abaixo).
Segunda-feira
Um dos filmes que será exibido nesta segunda-feira, 5, será “Balada para os mortos”, de Lucas Sá, às 19h, no Teatro Alcione Nazaré. Trata-se de um filme híbrido que utiliza imagens reais e ficcionais para questionar as diferentes formas de violência urbana, principalmente da realidade no Brasil. O filme já participou de festivais tendo sido premiado em alguns, a exemplo do Prêmio Especial do Júri no 5º Curta Brasília; Melhor Edição de Som no 15º Festival do Audiovisual Universitário, entre outros.
O diretor Lucas Sá nasceu em 1992, no Maranhão. Produziu e dirigiu os filmes "O Membro Decaído" (2012), “Ruído Branco” (2013), “No Interior da Minha Mãe” (2013), "Nua por Dentro do Couro" (2015) e "Balada para os Mortos" (2016). É Graduado em Cinema e Audiovisual pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), no Rio Grande do Sul. Seus filmes estiveram nas seleções do Cinélatino - Rencontres de Toulouse, Guanajuato Film Festival, PiFan – Puchon Fantastic Film Festival, Festival Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira, Festival de Brasília, Janela de Cinema de Recife, Festival de Curtas de São Paulo, Mostra de Tiradentes entre outros.
Atualmente está em processo de finalização do seu primeiro longa em co-direção com Guilherme Dacosta, “Canecalon – O Longo Cabelo da Morte”.
Programação – domingo
Teatro Alcione Nazareth 14h30
MOSTRA COMPETITIVA MARANHENSE (PROGRAMA 3)
Natureza Fala - Ramusyo Brasil - Documentário| 00:15:47|Ma|2016|Livre
Traçados - Arturo Sabóia - Ficção|00:13:00|MA|Livre|2016 |Livre
Flores-Sim Flores-São - Layo Bulhão - Ficção|00:02:02|MA |2016 |Livre
Carnavalha - Áurea Maranhão e Ramusyo Brasil - Ficção|00:16:00|MA |2016|12 anos
Eu Gosto - Carina Andrade - Ficção|00:07:24|MA |2015 |Livre
Angustia - Frederico Machado - Ficção |00:20:00|MA |2016 |Livre
SESSÃO ESPECIAL FILME CONVIDADO: “Um maranhense chamado José Ribamar - A arte existe porque a vida não basta” - Zelito Viana e Gabriela Gastal - Documentário |00:50:00|2016 |12 anos
MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL (PROGRAMA 1) - 19h
O Tempo Passa - Diego Bauer - Ficção|00:24:26|AM |2016 |18 Anos
Abissal - Arthur Leite - Documentário| 00:17:00|CE|2016|Livre
A Nova Melancolia - Álvaro Andrade Alves e Marcus Curvelo Ficção|00:24:51|BA/MG|2017|Livre
Para Ter Onde Ir - Jorane Castro - Ficção |01:40:00|PA |2016 |12 Anos
CINE PRAIA GRANDE - MOSTRA BANANEIRA - 14h
Mate-Me Por Favor - Anita Rocha da Silveira - Drama|100

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!