Alcione canta pela primeira vez com Chico Buarque
Tecnologia do Blogger.

Alcione canta pela primeira vez com Chico Buarque

Show em homenagem à Estação Primeira de Magueira será realizado hoje, no Rio de Janeiro, com parcerias inéditas

A cantora Alcione dividirá, pela primeira vez, o palco com Chico Buarque, durante o show que acontece hoje à noite, no Rio de Janeiro, em homenagem à Estação Primeira de Mangueira. O carioca cantará O que será e, em seguida, chamará a maranhense para dividirem o palco na interpretação de O meu amor.

O show em homenagem a uma das escolas de samba mais tradicionais do país também terá outras parcerias inéditas, como o dueto entre Fernanda Abreu e Leci Brandão, na execução de Romaria. A apresentação terá ainda outros mangueirenses de peso, como Maria Bethânia, que foi a homenageada da escola no ano passado.
TRIBUTO AOS PRETO-VELHOS

Na sequência, Tantinho da Mangueira, grande baluarte da escola, entoa cinco sambas-exaltação compostos em homenagem à verde-rosa, como o “Samba de exaltação à Mangueira”, de Aloísio Costa e Enéas Brites da Silva — o do famoso verso “Mangueira, teu cenário é uma beleza...”. E aí entra a cantora Leci Brandão, fazendo um tributo a seus pretos-velhos e inaugurando uma das parcerias inéditas do espetáculo: ela canta com Fernanda Abreu a música “Romaria”, de Renato Teixeira.

Outras parcerias inéditas acontecerão ao longo da noite: depois que Mariene de Castro fizer sua apresentação, cantando “É d’Oxum” (Gerônimo/ Vevé Calazans), e Fernanda Abreu interpretar “Jorge da Capadócia” (de Jorge Benjor), entra no palco o mangueirense-ostentação Chico Buarque para cantar “O que será”, e chamar Alcione para dividirem pela primeira vez a interpretação de “O meu amor”.

Ao final do espetáculo, a bateria da escola sobe ao palco, e o resto é carnaval.

— Olha, eu faço isso a vida inteira, programação de shows de samba, mexo com samba o dia inteiro. A gente inventa coisas da nossa cabeça e o resultado só se mostra ao vivo, com a resposta do público — comentou o diretor artístico do evento, Túlio Feliciano. — Mas sempre acho que reunir nomes que nunca cantaram juntos dá certo. As pessoas têm desejo de cantar com outros artistas, e às vezes é preciso que um espetáculo desses faça a proposta. Por exemplo: este ano, é a primeira vez que Chico Buarque vai cantar com Alcione, e que a Leci Brandão vai cantar com a Fafá de Belém.





0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!