Ivandro Coelho faz show inédito nesta sexta (21), no Mostre Sua Cara
Tecnologia do Blogger.

Ivandro Coelho faz show inédito nesta sexta (21), no Mostre Sua Cara

            Com mais de 20 anos de andanças culturais e participações premiadas em festivais nacionais de música, o cantor e compositor, Ivandro Coelho volta a se apresentar à comunidade acadêmica da UFMA, onde se formou em jornalismo e trabalha como editor na Assessoria de Comunicação (ASCOM). Ele apresentará o show "Entre o azul e a natureza" nesta sexta-feira (21), às 12h30, no Auditório Central. O espetáculo contará com a participação dos cantores e compositores Santa Cruz e Jorge Passinho, professor da Uema.


            Aberto ao público, o show faz parte do Projeto Mostre Sua Cara e integra a programação especial que celebra os 50 anos da UFMA. Realizado pelo Departamento de Assuntos Culturais (DAC/Proexce), o projeto é destinado exclusivamente à comunidade acadêmica da UFMA. Visa promover a produção cultural na instituição, valorizar a diversidade artística e projetar novos talentos da comunidade universitária.

            A diretora do DAC e coordenadora do projeto, Fernanda Santos Pinheiro, informa que Ivandro Coelho apresentará neste show inédito um repertório muito especial, reunindo músicas de sua autoria, sucessos consagrados da MPB e grandes músicas de autoria e interpretação de artistas maranhenses e radicados no Estado. O show leva o nome de uma composição de Ivandro Coelho, gravada pelo cantor e compositor Zé Carlos Daffé.

            Ivandro Coelho começou na música cantando em festivais realizados na capital e no interior. Em 1993, ganhou o prêmio revelação do V Festival Universitário de Música Popular (Fump), realizado na UFMA. Em 1999, ganhou o prêmio de melhor intérprete do III Festival de Música Pinheirense (Fesmap). No mesmo ano, participou do Projeto MPM de Cara Nova, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Cultura, junto com onze artistas maranhenses.
            Também representou o Maranhão no Festival da Canção de Marabá (Fecam), no Pará, e Festcanto JK, em Diamantina (MG). Em 1997, foi classificado para a final do Canta Nordeste, com "Flor do Desejo". "Gravadas por Célia Leite, Salomão de Pádua, Daffé, Cláudio Pinheiro, dentre outros, sua música é uma síntese de tudo que ele viu e ouviu durante suas andanças pelos festivais da cidade e do interior, de cantorias noturnas e de contatos com os mais variados artistas e movimentos", observa Fernanda Pinheiro.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!