Morre Carlos Alberto Torres, capitão do tricampeonato do Brasil
Tecnologia do Blogger.

Morre Carlos Alberto Torres, capitão do tricampeonato do Brasil


O ex-jogador Carlos Alberto Torres posa com a Taça Fifa no Maracanã em abril de 2014
Capitão do tricampeonato da seleção brasileira em 1970, o ex-lateral Carlos Alberto Torres, 72, morreu vítima de infarto fulminante nesta terça-feira (25), no Rio. A morte do ex-jogador foi anunciada pelo canal SporTV, onde Torres trabalhava como comentarista.

Torres teve um infarto durante a manhã e foi levado pela família ao hospital Riomar, na zona oeste do Rio.


O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, declarou luto oficial de três dias. As bandeiras da sede da entidade estão a meio-mastro. Todas as partidas das competições organizadas pela CBF terão 1 minuto de silêncio.
O corpo será velado na sede da entidade máxima do futebol brasileiro. O horário da cerimônia ainda não foi confirmado.

CARREIRA

Carlos Alberto Torres atuou pelo Fluminense, Botafogo, Flamengo, California Surf, Santos e New York Cosmos. O ex-jogador foi tricampeão carioca pelo time tricolor e pentacampeão paulista. Ele foi o companheiro de Pelé no Santos e no New York Cosmos.

Como jogador, foi campeão de praticamente tudo. Pelo Flu faturou quatro Estaduais do Rio. Na equipe santista, levantou o troféu do Campeonato Brasileiro duas vezes, cinco do Campeonato Paulista, uma Recopa Sul-americana e um Torneio Rio-São Paulo.

Pela seleção brasileira, foi medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 1963, em São Paulo, e campeão do mundo em 1970.

Após se aposentar, em 1982, ele assumiu o comando do Flamengo como treinador no ano seguinte, onde foi campeão do Brasileiro na final contra o Santos.

O seu último trabalho como técnico foi em 2005, quando dirigiu o Paysandu.
RAIO X
Nome: Carlos Alberto Torres
Nascimento: 17 de julho de 1944, no Rio de Janeiro (RJ)
Altura: 1,82 m
Peso: 76 kg
Posição: Lateral-direito
Apelidos: Capitão do Tri, Capita
Casamentos: Sueli, Terezinha Sodré e Graça
Filhos: Andréa e Alexandre Torres, ambos do 1º casamento
SELEÇÃO
(1963-1977)
73 jogos* (57 vitórias, 7 empates, 9 derrotas)
9 gols
*Inclui as partidas do Pan de 1963 (3 vitórias e 1 empate)
CLUBES
Fluminense (1962-1964 e 1975-1976) - 169 jogos, 19 gols
Santos (1965-1974) - 445 jogos, 40 gols
Botafogo (1971) - 22 jogos, 0 gol
Flamengo (1977) - 20 jogos, 0 gol
NY Cosmos (1977-1980 e 1982) - 100 jogos, 6 gols
California Surf (1981) - 19 jogos, 2 gols
PRINCIPAIS CONQUISTAS
Seleção
1 Copa do Mundo (1970)
1 Pan-Americano (1963)
Santos
1 Recopa Intercontinental (1968)
1 Recopa Sul-Americana (1968)
1 Taça Brasil (1965)
1 Torneio Roberto Gomes Pedrosa (1968)
1 Torneio Rio-SP (1966)
5 Campeonatos Paulistas (1965, 1967, 1968, 1969, 1973)
Fluminense
3 Estaduais do Rio (1964, 1975, 1976)
Cosmos
4 campeonatos dos EUA (1977, 1978, 1980, 1982)

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!