Mais curto, horário eleitoral começou nesta sexta-feira
Tecnologia do Blogger.

Mais curto, horário eleitoral começou nesta sexta-feira


Minirreforma eleitoral modificou a transmissão das peças: agora, blocos terão apenas dez minutos

Propaganda eleitoral: horário nem tão 'gratuito' assim
Começou nesta sexta-feira e vai até 29 de setembro a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. Também modificado pela minirreforma de 2015, o horário eleitoral ocupará 20 minutos por dia (de segunda a sábado), além de 70 minutos diários em inserções, inclusive aos domingos. As mudanças na Lei Eleitoral no ano passado extinguiram a propaganda em blocos dos candidatos a vereador. Do tempo total de inserções, 42 minutos são destinados aos candidatos a prefeito e 28 minutos aos postulantes ao Legislativo municipal.

Com campanha encurtada pela metade, o período de propaganda eleitoral foi reduzido em dez dias. As peças serão veiculadas da seguinte forma: no rádio, em dois blocos de 10 minutos cada – das 7 horas às 7h10 e do meio-dia às 12h10 – e na TV das 13 horas às 13h10 e das 20h30 às 20h40, de segunda a sábado. Já as inserções terão duração entre 30 e 60 segundos, todos os dias da semana, em um total de 70 minutos, distribuídos ao longo da programação, das 5 horas à meia-noite.
O tempo da propaganda eleitoral gratuita é dividido entre os cargos, sendo 60% para prefeito e 40% para vereador. Do total do tempo de propaganda, 90% serão distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que os partidos tenham na Câmara Federal. Os 10% restantes serão repassados igualitariamente.
Em São Paulo, no primeiro dia de propaganda eleitoral em rádio e televisão, o candidato do PRTB, Levy Fidelix, será o primeiro a aparecer nas transmissões. A ordem de veiculação obedece a um rodízio: o último veiculado no dia anterior é sempre o primeiro do dia seguinte.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!