Senadores maranhenses devem votar unidos a favor do impeachment
Tecnologia do Blogger.

Senadores maranhenses devem votar unidos a favor do impeachment


Roberto Rocha e João Alberto já se encontraram e debateram a possibilidade de votar unidos, no entanto, posição somente será tomada quando o processo tramitar no Senado

CARLA LIMA- JORNAL O ESTADO 
Com a decisão por maioria da Câmara Federal em dá prosseguimento ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), as atenções se voltaram para os senadores da República. A bancada do Maranhão na Casa formada, por João Alberto de Sousa (PMDB), Roberto Rocha (PSB) e Edison Lobão (PMDB), já articula e deve votar unidos favor do impedimento da chefe do Executivo Federal.
No fim de semana, enquanto ocorriam as discussões e a votação do processo de impeachment da presidente Dilma, os senadores do Maranhão - diante do quadro que se configurava - se reuniram para debater a posição que a bancada deverá tomar a partir do momento que o processo começar a tramitar no Senado.

De acordo com o senador João Alberto, ele já conversou com o senador Roberto Rocha e o caminho a seguir será uma votação da bancada que una os três maranhenses na Casa.
"Ainda vamos aguardar o processo ser admitido no Senado. Mas mesmo assim, em uma discussão inicial, já estamos articulando uma votação juntos. O mesmo voto", afirmou João Alberto.
Sobre qual será a posição, o peemedebista não confirmou se será a favor ou contra o impeachment. Segundo ele, é necessário esperar o processo tramitar no Senado para depois ele e os demais senadores maranhenses analisarem a situação e as denúncias para depois tomarem uma decisão.
Lembrando que o senador do PMDB, até semana passada, se posicionava contra o impeachment da presidente da República e também contra qualquer possibilidade de nova eleição presidente.
Posição - O suplente de senador, Lobão Filho (PMDB), confirmou que há conversas entre os três senadores maranhenses e que o caminho que deverá ser seguido é o da votação a favor do impeachment de Dilma.
"Conversamos e entendemos que nesse momento precisamos pensar no Maranhão. Ainda esta semana estaremos com o senador Lobão Filho para prosseguir no debate a respeito dessa votação no Senado e a posição que os maranhenses tomarão", disse o senador.
Lobão Filho acredita que o futuro do estado no que diz respeito à relação do governo estadual com o federal ficou fragilizada devido a posição tomada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), que por diversas vezes se manifestou contra o impeachment acusando até o vice presidente, Michel Temer, de ser golpista.
"E pensando no futuro do Maranhão que os senadores deverão sim votar unidos pelo impedimento da presidente. O governador do estado nos deixou em uma posição desfavorável e acredito que os senadores poderão equilibrar a situação se unindo e votando a favor do impeachment", disse.
O senador Roberto Rocha, que já havia se posicionado a favor de uma nova eleição presidencial alegando que o impedimento não seria a melhor opção para tirar o Brasil da crise política e econômica, deverá seguir a ideia de união da bancada na votação.

Os senadores do Maranhão devem pensar no estado. O voto deles deve equilibrar a situação difícil em que o governador colocou o MaranhãoLobão Filho, suplente de senador

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!