Projeto Florescer no Centro Histórico de São Luís
Tecnologia do Blogger.

Projeto Florescer no Centro Histórico de São Luís

Como parte das ações de revitalização do Centro Histórico, a Prefeitura de São Luís iniciou nesta quarta-feira (13) a primeira etapa do Projeto Florescer, que propõe o cultivo de flores em sacadas, portas, janelas e vãos das residências e pontos comerciais instalados nesta área. A idéia, proposta pela Subprefeitura do Centro Histórico e pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur), é que a população do Centro e os comerciantes do local abracem a iniciativa.

O projeto começou pela escadaria Humberto de Campos e pela sacada da sede da Secretaria Municipal de Turismo (Setur). "Queremos embelezar e florir São Luís e valorizar a autoestima da nossa cidade pela população. Temos que dar essa ênfase, esse valor para o Centro Histórico, que é patrimônio da humanidade", destacou a primeira-dama, Camila Braga, que lançou o programa ao lado da secretária municipal de Turismo, Socorro Araújo.


"A gente pede que a população participe conosco deste projeto que queremos em todo o centro Histórico. Esta é mais uma ação positiva da Prefeitura de São Luís no embelezamento da cidade", completou Camila Braga. Ela lembrou que nesta linha já existe o programa "São Luís, Cidade Jardim", desenvolvido pela Prefeitura por meio do Instituto Municipal de Paisagem Urbana (Impur), que faz o trabalho de paisagismo nas praças, rotatórias e canteiros de São Luís.

Moradores, comerciantes e turistas que passavam pelo local pararam para acompanhar o lançamento do programa. A turista Marina Parasc, que mora na Inglaterra, mostrou-se encantada com o Centro Histórico. "Flores sempre trazem uma boa harmonia para os locais", afirmou.

De passeio em São Luís, Katherina Polemi disse ter se surpreendido. "A cidade é linda e, com esse projeto, tem tudo pra ficar melhor. A natureza desperta sensações: é o cheiro, os olhos, um efeito lindo! Espero que o projeto, de fato, floresça", resumiu a grega que está há dois dias na cidade.

A ideia, proposta pela Subprefeitura e Setur, é que a população do Centro e os comerciantes do local abracem a iniciativaOito tipos de flores, entre alfinetes vermelhos e amarelos, alamandra, grama roxa, lantana, clorofito, amor de onze horas e aspargo, e 168 pés de plantas foram distribuídos em 28 vasos colocados na sacada da sede da Setur. Na escada Humberto de Campos foram colocados 14 jarros com 14 arecas, um tipo de palmeira muito conhecida no Brasil e bastante resistente ao clima da capital maranhense.

"Nós temos a cada dia buscado fazer com quer o Centro Histórico seja visto como algo diferente. E as plantas dão vida a este espaço, fazendo com que as pessoas, ao virem este local, se sintam alegres, se sintam bem", destacou a secretária, Socorro Araújo. Ela observou que este não é um projeto só da Prefeitura, mas da cidade, e conclamou a todos a abraçar e enfeitar suas portas e janelas.

Para as comerciantes Joseana Santos Nunes e Joelma Maria Santos Gonçalves, que trabalham no local há mais de 10 anos, a iniciativa da Prefeitura é muito valorosa. "As plantas trazem beleza e mais vida para o local", disse Joseana. "Um espaço com plantas demonstra cuidado, revitaliza a área", completa Joelma.

Poliene Schalher, idealizadora do projeto, disse estar muito feliz em ver um Centro Histórico mais cuidado. "Este primeiro passo é muito importante para que o projeto possa crescer dentro da comunidade do Centro Histórico. É uma responsabilidade cidadã, não podemos só reclamar, mas se cada um de nós fizer a nossa parte, a gente consegue ter uma cidade melhor para todos", disse Poliene.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!