Vereadores cobram responsabilidade da Prefeitura na desativação de setores do Hospital da Criança
Tecnologia do Blogger.

Vereadores cobram responsabilidade da Prefeitura na desativação de setores do Hospital da Criança



 
Os vereadores Fábio Câmara (PMDB), Rose Sales (PCdoB) e Manoel Rego (PTdoB), visitaram na manhã desta quarta-feira (22), o promotor de Justiça de Defesa da Saúde de São Luís, Dr. Herberth Costa Figueiredo, com o intuito de obter mais informações a cerca da desativação de vários setores do Hospital Odorico Amaral de Matos, o “Hospital da Criança”.
 
Durante o encontro, os parlamentares convidaram o promotor, juntamente com a Vigilância Sanitária Estadual, para realizar uma visita na próxima sexta-feira (24), na unidade de saúde. No último domingo (19), a forte chuva que atingiu a capital maranhense, provocou alagamento nas dependências do Hospital.
 
A enxurrada atingiu a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e alarmou pacientes, acompanhantes e funcionários. Por causa do incidente, pacientes foram transferidos para outros hospitais. Para o vereador Manoel Rego, a situação provocou prejuízos à assistência prestada aos pacientes. 
 
“Fiquei estarrecido com a declaração da secretária Helena Duailibe, afirmando que todos os anos o hospital era alagado. Isso comprova que a secretária já tinha conhecimento do problema, mas não tomou medidas definitivas para resolver a questão”, declarou Manoel Rego.
A vereadora Rose Sales lamentou a notícia da desativação do hospital da criança até que os problemas de inundação sejam resolvidos e a reforma da unidade seja concluída. Ela afirmou que a situação vai provocar prejuízos para a população de vários municípios que possuem os serviços da saúde pactuados com a capital do estado.
“O hospital da criança é uma unidade de referência no serviço. O hospital tem porta aberta para atendimentos de emergência, e se for desativado, vai provocar prejuízos para a população de vários municípios que possuem os serviços da saúde pactuados com a capital do estado”, informou a vereadora.
Durante a visita, o vereador Fábio Câmara cobrou do prefeito Edivaldo Júnior, as responsabilidades pela situação envolvendo a unidade de saúde. O peemedebista levantou questionamentos que precisam ser esclarecidos pela Prefeitura.
“A Central de Material de Esterilização (CME) é um setor considerado o coração de um hospital, pois fornece material limpo para toda  a unidade. Precisamos saber se já foram avaliados os danos da Central de Material de Esterilização (CME) e seus equipamentos como autoclaves e estufas?  Por isso a minha preocupação com relação ao setor, que é responsável no controle de infecção hospitalar”, questionou o parlamentar.
HOSPITAL DE CAMPANHA
No encontro entre os vereadores e o promotor de saúde, foram debatidos temas relacionados às transferências de pacientes, funcionamento da unidade com seus respectivos setores e o atendimento à população. 
Na reunião de trabalho, Fábio Câmara sugeriu que a Prefeitura aproveite a parceria com o governo do Estado para a instalação de um hospital de campanha, nas proximidades do Hospital da Criança.
“A informação que recebi é que a Secretaria Municipal de Saúde ainda não transferiu as crianças da UTI e semi-intensiva. Também não decidiram onde vai funcionar o setor de urgência, nem outros setores como farmácia, nutrição e laboratório, que foram afetados com a enxurrada. A minha sugestão é que a Prefeitura de São Luís aproveite a parceria com o Governo do Estado para a instalação de um hospital de campanha nas proximidades do Hospital da Criança. Com a instalação do hospital de campanha, tanto a população quanto os funcionários, não iriam precisar ficar rodando de um lado pra outro”, sugeriu.
 
Texto: Isaías Rocha
 Em: 23/04/2015
-----------------------------------
 
Vereador Nato pede construção de praça na salina do Sacavém
 
Através de indicação, o vereador Nato (PRP), pediu à Mesa da Câmara de São Luís queencaminhe ofícios ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior(PTC) e ao secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antônio Araújo, solicitando a construção de uma área de lazer, incluindo praça, quadra e um play graud,  no bairro Salina do Sacavém.
 
Segundo ele, existe uma grande área naquela comunidade que está tomada pela vegetação que, além de conter muito lixo, a ação dos vândalos e assaltantes coloca em riscos a vida dos moradores, principalmente dos jovens que usam aquele espaço para jogar bola.
 
Ele pede que sejam colocadas lixeiras, brinquedos, além de equipamentos de ginástica para a prática de exercícios físicos e um campo de futebol, para que os jovens possam jogar bola.
 
A adoção de providências, segundo o vereador, tem como finalidade evitar que o mato cresça ainda mais. Também objetiva inibir os constantes assaltos que ocorrem naquele local. “A urbanização naquele local se faz necessária, por que além de ser um espaço de lazer, vai inibir a ação dos assaltantes que diariamente circulam naquela área”, disse o vereador Nato.
 
Texto: Nice Moraes
Em: 23/04/2015
 
-------------------------------------------------------------------
 
Chaguinhas quer intercâmbio entre os deputados federais e os vereadores maranhenses
 
Para dar visibilidade às ações desenvolvidas pelos deputados federais maranhenses, na Câmara Federal, o vereador Francisco Chaguinhas (PSB) apresentou proposta a Mesa da Câmara Municipal de São Luís, para que elabore um calendário de convites aos parlamentares federais maranhenses.
 
O vereador Chaguinhas sugere que, por meio de convite da Mesa Diretora da Câmara Municipal, os parlamentares federais maranhenses apresentem, durante sessão especial, o trabalho desenvolvido na Câmara Federal, e mostre como suas ações têm trazido benefícios para o município de São Luís. Chaguinhas explicou, ainda, que o calendário poderia ser elaborado estabelecendo um cronograma de visita a ser realizada uma vez por mês. 
 
O vereador afirmou que a presença dos deputados federais no parlamento municipal é uma excepcional oportunidade para contribuir com aplicação de políticas públicas, que venha melhor a qualidade de vida da população de São Luís. “Sugestões e ideias compartilhadas engrandecem o exercício da democracia plena, desburocratiza e encurta a distância entre o parlamento municipal e o federal” salientou o vereador.
 
O requerimento do vereador Chaguinhas foi aprovado, na semana passada, por unanimidade no plenário da Casa.
 
Texto: Adenis Matias

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!