Tadeu é morto após ter carro roubado na Avenida Litorânea, em São Luís
Tecnologia do Blogger.

Tadeu é morto após ter carro roubado na Avenida Litorânea, em São Luís


A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, close-up
Polícia informou que Fernando Tadeu Costa da Silva foi morto em uma ação criminosa envolvendo quatro pessoas, três homens e uma mulher.

O economista e representante comercial Fernando Tadeu Costa da Silva, de 53 anos, foi morto por espancamento e golpes de faca, na noite dessa segunda-feira (23), na Avenida Litorânea, em São Luís. As informações policiais até o momento são de que a vítima foi morta após ter seu veículo roubado.


O carro tem placa de Belo Horizonte-MG, QNA-4506, e seria alugado pelas informações levantadas pela polícia. Além do veículos, outros pertences como carteira e celular foram roubados da vítima.

Fernando Tadeu da Silva ainda foi encaminhado para o Hospital Djalma Marques (Socorrão I), no Centro de São Luís, mas não resistiu os graves ferimentos. O caso foi registrado no Plantão de Polícia Civil das Cajazeiras, no Centro de São Luís. Até as primeiras horas da manhã desta terça, ninguém da família havia procurado a delegacia.

Ainda na noite de segunda-feira, a Polícia Militar tomou conhecimento do crime e iniciou o monitoramento do veículo. A perseguição terminou com a prisão de quatro suspeitos, que foram levados ao plantão e autuados em flagrante. Eles foram identificados como Ramon Façanha Gomes, 22 anos, Glaubert Ferreira Silva, de 18 anos, Jorge Anderson Veloso Barbosa, de 22 anos, e Andreia da Silva Ferreira, de 23 anos.

O delegado Vilamar Alves apurou que Andréa atraiu a vítima e marcou um encontro na Litorânea. Chegando ao local, Tadeu foi surpreendido pela presença dos três homens, sendo que Jorge Anderson é marido de Andréa, como informou o delegado.

O primeiro golpe foi uma paulada na cabeça. A vítima não reagiu mais depois do primeiro golpe, mas o Glaubert, ainda assim, esfaqueou Fernando quatro vezes.
No domingo, Andréa conheceu a vítima em uma das praias ao longo da avenida. Eles trocaram telefones e marcaram o encontro para o dia seguinte, por volta das 19h, no mesmo local. O ataque foi quando a vítima estava na areia, de costas para a avenida, bem próxima ao mar.

Depois disso, eles fugiram. O casal ficou nas proximidades ainda da avenida e os outros dois foram localizados na área da Lagoa da Jansen. Em depoimento, o bando disse que o carro roubado seria levado para cidade de Itapecuru-Mirim, distante 118 km de São Luís, cidade de Andréa.



0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!