Manifestantes que ocuparam Câmara são levados à PF
Tecnologia do Blogger.

Manifestantes que ocuparam Câmara são levados à PF

Por meio do porta-voz do Planalto, presidente Michel Temer falou em "afronta à instituição que representa a soberania popular"

Plenário da Câmara dos Deputados

Cerca de 80 manifestantes invadiram o Plenário da Câmara dos Deputados, para pedir a participação do povo na política brasileira -

Os cerca de 40 manifestantes que invadiram a Câmara dos Deputados e ocuparam o plenário por algumas horas na tarde desta quarta-feira, forçando a suspensão dos trabalhos, foram conduzidos até a Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal e um inquérito será instaurado para apurar o ocorrido, informou a Polícia Federal.

Os manifestantes só deixaram o local depois que o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que todos os invasores seriam presos e indiciados por quebra do patrimônio público.
O grupo, que disse não ter liderança e que cobrava a presença de um general, tem várias reivindicações, entre elas a intervenção militar no Brasil.
Após furar os bloqueios da polícia legislativa e quebrar uma das portas da Câmara, os manifestantes alcançaram a mesa diretora da Câmara por volta das 15h30. Devido à invasão, uma sessão conjunta do Congresso Nacional convocada para as 17h foi cancelada.
O presidente Michel Temer considerou a invasão “uma afronta à instituição que representa a soberania popular e um desrespeito às normas de convívio democrático”, afirmou o porta-voz da Presidência, Alexandre Parola.
“Episódios como o de hoje são inaceitáveis e serão combatidos, à luz da Lei, e em defesa da garantia de integridade da cada uma das instituições do Estado”, acrescentou.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!