Vereadores manifestam preocupação com epidemias que atacam a população
Tecnologia do Blogger.

Vereadores manifestam preocupação com epidemias que atacam a população


O alarmante quadro de constatação de pessoas acometidas por doenças como dengue, chikungunya e zica vírus, transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, tem sido abordado pelos vereadores nas duas últimas sessões da Câmara Municipal de São Luís, que manifestaram suas preocupações. O vereador Fábio Câmara (PMDB) usou a tribuna na segunda-feira, (25), para falar sobre o fato e citou que o avanço da doença pode ter relação com o acúmulo de água nas ruas com buracos e espaços públicos entupidos de lixo.

Nesta terça-feira, (26), ao enfatizar que “o quadro que presenciamos hoje é que quase toda família em nossa cidade está com uma pessoa acometida pela zika ou pela chicunguinia, se transformando numa situação desesperadora que está tomando conta da nossa população,” o vereador Francisco Chaguinhas (PP) chamou a atenção para o caso das pessoas estarem se automedicando.

“A medicina faz a recomendação para que não seja praticada a automedicação, mas o que presenciamos são as pessoas se aconselharem umas com as outras e as farmácias a procura de remédio para esses males que estão lhes acometendo”, disse Chaguinhas, enquanto a vereadora Rose Sales (PMB) faz uma convocação para o prefeito e para o governador “para que todos nós juntos possamos ajudar quem está necessitado neste momento”.
A vereadora fez seu apelo lembrando que no ano de 2013 conseguiu junto aos poderes públicos um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) tendo como foco principal a saúde da população de São Luís. Na oportunidade ela citou a secretária Municipal de Saúde, Helena Duailibe, e o Ministério Público, destacando as caminhadas que vinha realizando com essa finalidade.

OPORTUNIDADES - "Com 400 pontos de lixo, São Luís virou a terra de oportunidades para o mosquito Aedes aegypti. Esses lixões colaboram para o alto número de mosquitos e consequentemente aumento no número de casos", observou Fábio Câmara. 
Ele afirmou que mesmo diante da divulgação em massa do perigo dessas doenças, o poder público vem deixando a desejar no quesito eliminação de criadouros, pois, segundo ele, o acúmulo de água em buracos espalhados pela cidade viraram fontes ‘invisíveis’ de proliferação da doença.
 
"O Aedes precisa de água parada para se proliferar e com as chuvas dos últimos dias o que não falta em São Luís é buraco com água acumulada. Nas ruas e avenidas, os buracos estão cheios d’água e viraram fontes ‘invisíveis’ de proliferação da doença", declarou ele.
Convém ressaltar a tônica dos pronunciamentos dos vereadores voltada para a necessidade de uma tomada de urgentes providências para a situação, "já que a nossa população vem padecendo com essas doenças, com os hospitais e clínicas lotados e as pessoas não tendo mais onde buscar ajuda", destaca Francisco Chaguinhas. Completando Rose Sales insiste na sua tese de defender o cumprimento do TAC firmado em 2013.
Texto: Isaias Rocha e Alteré Bernardino

Bárbara Soeiro  é escolhida para
receber  o Prêmio Imprensa em Brasília 

A vereadora Bárbara Soeiro (PSC), foi selecionada para receber, no próximo dia 10 de maio, em Brasília, o Prêmio Imprensa, concedido pela empresa Quality TV & Jornais a políticos e instituições de cunho social, cujo trabalho justifiquem a referida homenagem. Este ano, foi escolhido um seleto grupo de apenas 45 homenageados em todo o mundo.

“Foi uma surpresa e ao mesmo tempo uma grande honra, ter sido indicada para esta premiação”, ressalta a vereadora, ao assinalar que dentre as ações que culminaram com tal reconhecimento, está o projeto de lei de sua autoria, que cria o Banco Mundial de Prótese Mamária, visando beneficiar as pacientes que necessitem de cirurgia reparadora de mama, resultante do tratamento de câncer.

“Destaco que essa premiação é extensiva a todos os meus colegas de parlamento, que me ajudam nessa jornada. Posso também destacar outro projeto de minha autoria, o que garante ao ex-jogador profissional de futebol, o ingresso gratuito nos estádios em dias de jogos. É projeto de largo alcance, uma vez que foram elas que propiciaram muitos espetáculos, alegrando a torcida de seus clubes e a maioria, quando deixam a profissão, muitas vezes passam por privações financeiras”, acrescenta Bárbara Soeiro.

De acordo com a vereadora, projetos como os acima citados e outro, o que institui a gratuidade do sepultamento a falecidos que recebiam até um salário mínimo ou possuíam renda familiar de menos de dois salários mínimos, nos cemitérios públicos da cidade de São Luís, devem ter sido as ações que resultaram nessa premiação.

“Deus me colocou no caminho do meu marido, o ex-vereador Albino Soeiro, um comunicador por excelência e um político por convicção, homem muito inteligente e sensível. Complementamo-nos e, quando me elegi para este mandato, cheguei à Câmara Municipal com o pensamento voltado para as camadas menos favorecidas. Sou autora de várias proposituras nesse sentido e o resultado está aí, com o reconhecimento nacional, através do Prêmio Imprensa”, acrescenta a parlamentar.

Afirma ainda a vereadora, que o prêmio, além de ser extensivo aos colegas, é, na realidade, dividido com o marido, Albino Soeiro, por tudo o que ele representa em sua jornada política. Diz que ele é o seu inspirador em sua luta no parlamento da capital maranhense.

Bárbara Soeiro frisa ainda que seu mandato tem um olhar voltado para a valorização da mulher, lembrando um projeto de sua autoria, que estabelece o percentual de 20% de cargos na Mesa Diretora da Câmara a serem preenchido por vereadoras.

É uma proposta que está em tramitação nas comissões temáticas e que realmente valoriza a luta da mulher no Parlamento. Ela finalizou agradecendo a Deus, ao povo e à família, em função de ter sido agraciada com tão destacada  

Texto: Djalma Rodrigues

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!