Ministro Luís Roberto Barroso disse que a política no Brasil está “claramente enferma
Tecnologia do Blogger.

Ministro Luís Roberto Barroso disse que a política no Brasil está “claramente enferma


Por Felipe RecondoBrasília
O Ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), comentou, em conversa acadêmica com alunos da Fundação Lemann, a saída do PMDB da base do governo e a possibilidade de o partido comandar o País após o impeachment da presidente Dilma Rousseff.
“Quando, anteontem, o jornal exibia que o PMDB desembarcou do governo e mostrava as pessoas que erguiam as mãos, eu olhei e pensei: Meu Deus do céu! Essa é a nossa alternativa de poder. Eu não vou fulanizar, mas quem viu a foto sabe do que estou falando”, afirmou o ministro, que não sabia que a conversa estava sendo transmitida pelo sistema interno do Supremo.

Na foto comentada por Barroso, estavam o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), o ex-ministro Eliseu Padilha.
“O problema da política neste momento é a falta de alternativa. Não tem pra onde correr. Isso é um desastre. Porque numa sociedade democrática a política é um gênero de primeira necessidade”, continuou.
Na conversa, Barroso disse ainda que a política no Brasil está “claramente enferma”. “A política morreu, porque nós temos um sistema político que não tem um mínimo de legitimidade democrática, ele deu uma centralidade imensa ao dinheiro e à necessidade de financiamento e se tornou um espaço de corrupção generalizada”, acrescentou.
Quando avisado pela assessoria que a conversa estava sendo gravada e transmitida pelo sistema interno, Barroso parou de falar e pediu para que a conversa fosse desgravada.
“Mas pede pra desgravar. Tá transmitindo, paciência, mas para não ter uma fita. Mas quem é que está assistindo isso? Podia ter avisado mais rápido, né?”, disse à assessoria.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!