Câmara de São Luís pagou funcionalismo antes do feriado de Tiradentes
Tecnologia do Blogger.

Câmara de São Luís pagou funcionalismo antes do feriado de Tiradentes



O Brasil está atravessando um momento de muita turbulência nas searas política e econômica. Milhões e milhões de reais foram cortados do orçamento dos Estados e, consequentemente, dos municípios, mas, com compromisso e responsabilidade, desde que assumiu o comando da Câmara Municipal de São Luís, em janeiro de 2015, o presidente Astro de Ogum (PR) tem andando na contramão desses infortúnios e dado uma aula de como gerir a coisa pública.

Além de todas as ações que já foram feitas em um curto interregno de tempo, na manhã de quarta-feira(20), antes do feriado de Tiradentes, ele surpreendeu o funcionalismo da Casa com a liberação do pagamento do mês de Abril.


“Esse dinheiro não é meu, então determinei ao departamento financeiro que deixasse a folha pronta, e tão logo fosse feito o repasse, o pagamento deveria ser efetuado, o que de fato aconteceu. Assim além de cumprir com seus compromissos, pagando suas contas, neste feriadão, nossos servidores também poderão se divertir indo à praia, cinema ou de qualquer outra forma”, disse o presidente.

Astro de Ogum ressaltou, ainda, que não tem sido fácil administrar a Casa, principalmente por conta da decisão judicial que exige a demissão de quase 400 funcionários. “Embora saiba que decisão judicial não se discute, cumpre-se, não posso nem pensar na possibilidade de demitir quem quer que seja, Estamos fazendo alguns ajustes, exatamente para afastar o fantasma da demissão”, pontuou.

O que chama atenção tanto dos vereadores quanto dos funcionários, é que mesmo com todas as dificuldades, o presidente tem alçado feitos inéditos, tais como, a realização da licitação bancária para gerenciar a conta do Legislativo de São Luís, uma ampla reforma nas dependências do prédio, a implantação do painel eletrônico, a reformulação do site, a transmissão das sessões ao vivo, através do programa Câmara em Destaque, na Rádio Difusora AM, o pagamento de impostos, a regularização de aposentadoria, enfim.

“Embora receba muitos elogios de como estamos administrando o Legislativo Municipal, acredito que não esteja fazendo mais que minha obrigação, pois quando coloquei meu nome para apreciação dos meus pares, e fui eleito por unanimidade, tinha ciência do tamanho da responsabilidade que pairava sob os meus ombros. Mas, embora saibamos que muito ainda precisa ser feito, não podemos, também, deixar de reconhecer os avanços significativos que já conquistamos”, lembrou Astro.

Presidentes da Câmara e IPAM discutem conclusão
do processo de aposentadoria de servidores

Para tratar da conclusão do processo de aposentadoria dos servidores da Câmara Municipal de São Luís, o presidente da Casa, vereador Astro de Ogum (PR), esteve reunido, na tarde desta quarta-feira, (20), com o procurador geral e a coordenadora da comissão de aposentadoria do Legislativo Ludovicense, respectivamente Walter Cruz e Itamary Corrêa Lima, a diretora do IPAM (Instituto de Previdência e Administração do Município), Maria José Marinho de Oliveira, e mais algumas pessoas envolvidas na questão.  

O assunto principal da pauta foram os trabalhos que estão sendo realizados pela Comissão Técnica, encarregada em resolver o imbróglio. A Comissão instituída por portaria do IPAM, é formada pelos representantes da Câmara Municipal, Itamilson Corrêa Lima, Maisa Cunha Pinto e Itamary Corrêa Lima, e representando o IPAM estão os técnicos Hugo Marcelo Rabelo Pontes, Lúcio Henrique Silva Monteiro, Marco Aurélio Sousa Rocha, Mônica Hingrid dos Santos e Roberto Lopes Frota.

A comissão trabalha visando regularizar a situação dos servidores da Câmara aptos para se aposentar, uma meta  prioritária do presidente Astro de Ogum, com a qual estão integrados o prefeito Edivaldo Holanda Junior e a presidente do IPAM Maria José de Oliveira Marinho.

“Tão logo assumi o comando desta Casa, deixei bem claro aos nossos servidores que, juntamente com minha equipe, encontraríamos a solução legal para resguardar aquelas pessoas que dedicaram anos e anos de trabalho a Câmara Municipal e, nos próximos dias, estaremos efetivando as primeiras aposentadorias”, enfatizou o presidente.

Instalada no dia 04 de abril, a priori, a comissão teria um prazo de quarenta e cinco (45) dias para apresentar a conclusão do seu trabalho, prazo esse prorrogado devido a complexidade de alguns processos.

Um levantamento dos servidores com direito a aposentadoria já foi feito pela Câmara Municipal e alguns já foram protocolados junto ao IPAM.  “Estamos realizando esse trabalho de forma célere para podermos apresentar os resultados a que nos propormos, em caráter emergencial”, assinalou Itamary Corrêa Lima.

Ainda segundo a advogada, além da catalogação e análise da documentação obrigatória para a abertura, tramitação e concessão do direito aos servidores, a comissão também tem como orientação tratar do cadastramento dos servidores da Câmara Municipal junto ao IPAM.

Ao final do encontro, a presidente do Instituto Municipal assinalou que os técnicos do órgão darão celeridade na análise documental, a fim de que os processos sejam homologados o mais rápido possível. “Estaremos empenhados em concluir o nosso trabalho e, assim, regularizar a situação daqueles que, com muito trabalho, conquistaram o tão sonhado direito à aposentadoria”, disse Maria José.

1 comentários:

Anônimo disse...

enquanto a câmara paga antecipado seus funcionários, nós da JM serviços que trabalhamos como porteiroos nas escolas públicas municipais nunca recemos nem o primeiro salário estamos há 4 meses aguardando receber pelo menos o primeiro e a Semed não repassa dinheiro pra empresa e esta por sua vez não nos paga, deveriam pelo menos despachar-nos, Eu gostaria que pelo menos o MPT nos ajudasse e fosse até a empresa a autuasse por trabalho escravo.

Postar um comentário

visualizações!