PDT filiará mais dois vereadores e aumentará sua bancada na Câmara Municipal
Tecnologia do Blogger.

PDT filiará mais dois vereadores e aumentará sua bancada na Câmara Municipal

Além de Beto Castro e Osmar Filho, outros vereadores também poderão mudar de partido antes do fim do prazo para filiações partidárias
Além de Beto Castro e Osmar Filho, outros vereadores também poderão mudar de partido antes do fim do prazo para filiações partidárias

Pelo menos seis vereadores deverão trocar de partido até o fim de setembro deste ano

A bancada do PDT na Câmara Municipal de São Luís poderá ser composta por cinco vereadores. Atualmente, o partido tem três vereadores e até o fim deste mês, deverão ingressar outros dois parlamentares: Osmar Filho – que ainda está no PSB – e Beto Castro de saída do PRTB.
De acordo com o presidente estadual do PDT, deputado federal Weverton Rocha, a ida de Osmar está confirmada. Falta somente acertar os detalhes para o dia oficial da filiação. A negociação é para que a solenidade de filiação do vereador ocorra junto com a de Gil Cutrim. Essa possibilidade ainda está sendo negociada entre os dois futuros pedetistas.

“Estamos combinando com Gil e outras lideranças a possibilidade de se fazer as suas respectivas filiações”, afirmou Weverton Rocha.
Com a ida de Osmar Filho para o PDT, o partido passa a ter uma bancada maior na Câmara Municipal de São Luís. Atualmente, a bancada pedetista conta com três parlamentares: Pavão Filho, Barbosa Lages e Ivaldo Rodrigues. O PDT terá tanto o líder da Prefeitura na Casa, que é Osmar Filho, quanto o vice-líder, Ivaldo Rodrigues.
Frase “Estamos conversando ainda [sobre filiação de Edivaldo Jr.]. Vamos confirmar tudo até o final de setembro”,Weverton Rocha, deputado federal
Osmar Filho já havia manifestado há cerca de quatro meses que deixaria o PSB por outro partido que estivesse confirmadamente alinhado ao projeto de reeleição do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC). A decisão de deixar o PSB se deve a aproximação da legenda com a pré-candidata e principal adversária do prefeito Edivaldo Júnior, Eliziane Gama (PPS).
A ida do vereador para o PDT reacendem as especulações de que Edivaldo Júnior também deverá ingressar no PDT. Sobre esse assunto, o deputado Weverton Rocha disse apenas que há conversas para a ida do prefeito para a sigla, mas nada acertado ainda. “Estamos conversando ainda. Vamos confirmar tudo até o final de setembro”, disse Rocha.
Vereador - A bancada do PDT na Câmara Municipal tem a possibilidade ainda de aumentar mais. O vereador Beto Castro poderá deixar o PRTB para se tornar pedetista. Segundo Rocha, essa filiação também ainda está sendo conversada. No entanto, o vereador considera praticamente fechada a sua ida para o PDT.
Segundo Castro, poucos detalhes faltam para que se confirmem sua filiação. Se confirmada a ida de mais um vereador para o PDT, o partido passará a ter a maior bancada na Casa com cinco vereadores.
Beto Castro decidiu deixar sua atual legenda e buscou vários partidos para ingressar. Entre esses o PSL e o PCdoB. Com essa última sigla, as negociações não avançaram e por isso foi descartada sua ida para os quadros comunistas.
A filiação do prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, está marcada para ocorrer no próximo dia 28. A intenção dos pedetistas é levar mais lideranças políticas para ingressar no partido nesse mesmo dia e tornar a dada como um grande ato de filiações visando as eleições de 2016.
Maios três vereadores também mudarão de partido
Além de Beto Castro e Osmar Filho, outros vereadores também poderão mudar de partido antes do fim do prazo para filiações partidárias de quem pretende disputar um mandato eletivo em 2016. Estevão Aragão, Rose Sales e Marquinho Silva estão em negociação para mudança de legenda.
Estevão Aragão, que já deixou o PPS em 2014 e ingressou no Solidariedade (SDD) deverá mesmo deixar sua atual legenda. Após desentendimentos com o presidente da sigla, Simplício Araújo, o parlamentar decidiu abrir o canal de negociação com o PSB, comandado em São Luís pelo senador Roberto Rocha.
O mais provável é que na reunião dos socialistas, que ocorrerá no próximo dia 29, essa definição seja anunciada.
Além de Aragão, Rose Sales também deverá mudar de partido pela terceira vez nesta legislatura. Após ser expulsa do PCdoB, a parlamentar se filiou ao PP, comandado pelo deputado Waldir Maranhão, que a anunciou como pré-candidata a prefeita de São Luís.
Pouco menos de três meses depois, Sales se irritou com a aproximação de Waldir Maranhão com a pré-candidata Eliziane Gama. Com isso, a vereadora iniciou o processo de buscar uma nova legenda. O destino mais provável de Rose Sales deva ser o Partido Verde (PV).
Marquinhos Silva, que deixou o PRB no início deste ano, espera definições de seu aliado político, deputado federal Juscelino Resende, para definir se vai ingressar ou não do Democratas (DEM). Juscelino negocia com o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia, se filiar ao partido desde que possa comandar a legenda no Maranhão. Se essa negociação se confirmar, o caminho de Marquinhos silva será o DEM.



0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!