Sampaio Corrêa perde para o Oeste e deixa G-4 escapar
Tecnologia do Blogger.

Sampaio Corrêa perde para o Oeste e deixa G-4 escapar

Mazinho fez um golaço no estádio José Liberatti, em Osasco
Com a derrota em Osasco, o Tricolor segue com 25 pontos e cai uma posição
  •  
  •  
OSASCO – Depois de quatro jogos, o Sampaio Corrêa voltou a ser derrotado no Campeonato Brasileiro Série B. Em partida disputada na noite desta terça-feira (28), no Estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco, a Bolívia Querida não repetiu as boas atuações dos últimos jogos e foi batido pelo Oeste: 1 a 0. Foi a 15ª partida do time maranhense na competição nacional.

Em um jogo morno, sem muitas emoções, a ausência de Pimentinha foi sentida pelo Sampaio Corrêa, que não mostrou muita criatividade no ataque e esbarrou na forte marcação do Oeste. Firme na defesa, o Rubrão não teve uma noite de muita inspiração, mas criou as melhores chances e foi recompensado com o belo gol de Mazinho, aos 17 minutos, que passou por toda a defesa tricolor e chutou cruzado, sem chances para o goleiro Ruan.
Pela quarta partida consecutiva, o Oeste deixa o José Liberatti com uma vitória, e esse bom desempenho como mandante coloca o time do interior paulista na 10ª colocação, com 20 pontos. O Sampaio, com 25, caiu para a sexta posição, mas continua perto do G-4.
Depois do embate em Osasco, Oeste e Sampaio Corrêa terão pouco tempo de descanso, já que voltarão a campo neste sábado (1º), às 16h30, em confrontos válidos pela 16ª rodada. Enquanto o Rubrão recebe o Santa Cruz no Estádio Prefeito José Liberatti, a Bolívia Querida fará mais um duelo fora de casa, contra o Atlético Goianiense, no Estádio Serra Dourada. O Imirante Esporte transmitirá, minuto a minuto, as emoções da partida em Goiânia.
O jogo
Jogando fora de casa, o Sampaio Corrêa pressionou a saída de bola do Oeste nos primeiros minutos e até forçou alguns erros, mas o Rubrão conseguiu chegar ao ataque duas vezes. A primeira chance veio com Wagninho, que chutou para fora, enquanto Mazinho, aos seis minutos, bateu fraco, para defesa de Ruan. O Sampaio até respondeu com Nadson, aos sete minutos, mas a finalização não assustou Jeferson.
Sem muitas chances das duas equipes, o jogo ficou truncado no meio-campo, com erros de passe e faltas. Apesar de não ter muito espaço, o Oeste criou algumas oportunidades: Mazinho, aos 24, parou nas mãos de Ruan, que voltaria a ser exigido quatro minutos depois, em chute forte de Renato Xavier. O Sampaio Corrêa, por sua vez, não ofereceu perigo aos donos da casa e teve como melhor jogada um cruzamento de Nadson, aos 32 minutos, que não foi aproveitado por Diones e Douglas.
Pintura de Mazinho garante vitória do Oeste
Precisando vencer para chegar ao G-4, o Sampaio voltou com tudo para o segundo tempo. Diones arriscou de fora da área, aos três minutos, mas quem teve as melhores chances foi Douglas, que insistiu duas vezes e levou perigo ao gol do Oeste. Apesar da pressão tricolor, a equipe de Itápolis não estava completamente desatenta e respondeu aos 14 minutos: após lançamento de Fernandinho, Mazinho dominou a bola, ganhou da defesa e chutou forte, mas para fora.
Mazinho, porém, não desistiu e fez a diferença pelo Oeste: apenas três minutos depois de ter perdido a melhor chance do Rubrão, o meio-campista fez grande jogada individual, invadiu a área e chutou cruzado, marcando um belo gol no José Liberatti. No minuto seguinte, o Sampaio teve a chance do empate com Raí, em cobrança de falta, mas Jeferson voou para fazer uma grande defesa.
Disposto a reagir, o Sampaio Corrêa contou com a expulsão do atacante Wagninho e ficou com um jogador a mais em campo, mas não ofereceu maior perigo. O Oeste, no contragolpe, teve duas chances de ampliar o marcador, mas Mazinho e Wangler desperdiçaram. Nos acréscimos, o Tricolor foi todo ao ataque e pressionou o Oeste, mas os anfitriões seguraram o resultado.
FICHA TÉCNICA
OESTE: Jeferson; Paulo Henrique, Halisson, Ligger e Fernandinho; Leandro Melo, Renato Xavier, Patrik Silva (Wangler) e Mazinho (Rodriguinho); Wagninho e Júnior Negão (Rodolfo). T: Roberto Cavalo

SAMPAIO CORRÊA: Ruan; Daniel Damião (Arlindo Maracanã), Plínio, Edvânio e Renan Oliveira (Vanger); Léo Salino (Cleitinho), Diones, Nadson, Válber e Raí; Douglas.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!