ESTEVÃO ARAGÃO FAZ GRAVE DENÚNCIA ENVOLVENDO O VICE-PREFEITO DA CAPITAL
Tecnologia do Blogger.

ESTEVÃO ARAGÃO FAZ GRAVE DENÚNCIA ENVOLVENDO O VICE-PREFEITO DA CAPITAL


O vereador Estevão Aragão (PSB) trouxe à tona na sessão ordinária da quarta-feira (29) na Câmara de São Luís um assunto gravíssimo que envolve o Executivo Municipal. Segundo o Vereador, o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro encontra-se em situação de ilegalidade.

Uma das condições para o prefeito e vice possam concorrer é a desincompatibilização dos cargos que exercem. No caso específico de Júlio Pinheiro, da presidência do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas do Estado do Maranhão – Simproesemma.


O problema ocorreu quando o Governo do Estado, diante da frustrada tentativa de negociação com o sindicato, teve sua proposta de reajuste salarial rejeitada por grande parte dos sindicalizados: 

“No mesmo dia em que o secretário de Educação, Felipe Camarão, enviou uma contraproposta ao sindicato na tentativa de compor um acordo para a classe, o professor Júlio Pinheiro, vice-prefeito de São Luís, retornou a presidência do Simproessema, com a única, exclusiva tarefa de impor aos sindicalizados a contraproposta, num ato eivado de ilegalidade",  afirmou o vereador.

“É uma situação de ilegalidade, em que o vice-prefeito, usando a sua força política, celebrou um acordo com o Governo, prejudicando a classe dos professores, que estão insatisfeitos com a Medida Provisória que concedeu aumento apenas nas gratificações e não sobre o subsídio", complementou.

“Deixo aqui minha solidariedade aos professores de nosso estado, haja vista que eles já estão buscando na justiça a anulação do acordo e afirmo que esta casa não pode ficar omissa diante de patente ilegalidade diante de fatos tão graves", finalizou Aragão.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!