Bumba-meu-boi de Costa de Mão na campanha do São João 2018
Tecnologia do Blogger.

Bumba-meu-boi de Costa de Mão na campanha do São João 2018

As ações de promoção do São João de Todos 2018, realizado pelo Governo do Estado, irão reverenciar um dos mais peculiares sotaques de Bumba-meu-boi, o Costa de Mão. A ideia é abraçar a campanha pela valorização dos Bois de Costa de Mão com ações de salvaguarda e fortalecimento do Bumba-meu-boi como patrimônio cultural brasileiro.

Para o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Diego Galdino,  é preciso manter vivo este bem cultural tão precioso para o Maranhão. “A beleza do Bumba-meu-boi está exatamente na diversidade de estilos e na riqueza de expressões que envolvem a dança, a forma de tocar, cantar. O Costa de Mão é uma dessas formas que integram não apenas o complexo cultural do Bumba-meu-boi mas também a história, memória e identidade do povo maranhense”, ressaltou Galdino.
Campanha
A campanha desde ano do São João de Todos 2018 levará o tema ‘Bumba Meu Costa De Mão’ para todos os eventos promocionais, dentro e fora do estado, em peças publicitárias, veículos de comunicação, decoração temática em todos os arraiais, compondo um amplo programa institucional de valorização do Bumba-meu-boi Costa de Mão.
Além da campanha, a Secretaria de Estado da Cultura e do Turismo realizará durante todo o ano diversos eventos como rodas de conversa com os Mestres, oficinas formativas e informativas, exposição permanente dos elementos simbólicos que caracterizam o sotaque e ampla divulgação dessa manifestação.
Conforme levantamento feito pelo Iphan, de um total de 18 grupos identificados no estado, de 2001 a 2017, apenas seis ainda estão em atividade e destes, somente quatro fizeram apresentações públicas em 2017. Entre as questões apontadas pelos representantes dos grupos para o risco iminente de desaparecimento desse estilo de brincar Bumba-meu-boi no Maranhão estão a falta de recursos materiais, financeiros e humanos; desinteresse dos jovens, desvalorização da brincadeira pela comunidade e discriminação dos Bois.
O presidente do Conselho Estadual de Cultura, Neto de Azile, afirmou que a campanha pela valorização dos bois de Costa de Mão é fundamental por se tratar de um bem cultural em risco. “A ideia é dar visibilidade e assegurar o reconhecimento da expressão como parte do conjunto de sotaques do Bumba-meu-boi. A extinção de um sotaque pode inclusive comprometer a revalidação do título de patrimônio cultural brasileiro atribuído ao Bumba-meu-boi”, alertou.
Para Eliezer Gomes Martins, do grupo Boi Brilho da Sociedade, de Cururupu, a campanha precisa ir além dos festejos juninos. “É necessário que a história do sotaque Costa de mão chegue de forma pedagógica nas escolas, que se desperte a curiosidade dos mais jovens, seja pelo diferencial do ritmo e instrumental, seja pela necessidade de renovação sem perder a essência”, comentou.
A campanha pela valorização do sotaque dos Bois de Costa de mão, lançada pela Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Maranhão, está sendo desenvolvida em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e do Turismo (Sectur), Secretaria Municipal de Cultura de São Luís (Secult), Conselho Estadual de Cultura (Consec), Conselho Municipal de Cultura (Concult), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Comissão Maranhense de Folclore (CMF), Federação das Entidades Folclóricas e Culturais do Estado do Maranhão (FEFCEMA) e Central de Bumba-meu-boi do Sotaque da Baixada e de Costa de Mão.
Sotaque Costa de Mão 
Conhecido pela batida do pandeiro que é feita com as costas das mãos, os grupos são originários da região do Litoral Ocidental Maranhense, tendo como berço o município de Cururupu. Tem um ritmo cadenciado marcado por instrumentos de percussão, como caixa, maracá e pandeiro. A indumentária é caracterizada pela riqueza dos bordados em calças, casacos e chapéus. São originários de grupos dos municípios de Cururupu, Serrano do Maranhão, Bacuri e São Luís. Na cultura popular maranhense, representam, com o sotaque de Zabumba, a identidade do povo negro dentro do Bumba-meu-boi.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!