Reitora Nair Portela batiza o Boi Novilho de Luz, da UNITI
Tecnologia do Blogger.

Reitora Nair Portela batiza o Boi Novilho de Luz, da UNITI

O grupo é composto por mais de 50 pessoas, entre alunos e colaboradores, e ospadrinhos são a reitora Nair Portela e o professor Natalino Salgado

SÃO LUÍS - Como forma de encerramento das atividades do primeiro semestre de 2016, a Universidade Integrada da Terceira Idade (Uniti) promoveu hoje, 13 de junho, no hall do prédio Castelo Branco da Cidade Universitária Dom Delgado, o batizado do Boi Novilho de Luz, sotaque de orquestra.

Em 20 anos de atividades do programa, essa é a primeira vez que um grupo de bumba-meu-boi é formado no Curso de Formação Continuada da Uniti, projeto de extensão da UFMA em parceria com a Secretaria de Estado de Gestão e Previdência (Segep) e o Serviço Social do Comércio (Sesc).


“O propósito do nosso projeto não é formar mais um boi e sair fazendo apresentação em vários lugares e sim realizar o desejo dos alunos de fazer aquilo que eles não tinham oportunidade ou estímulo. É favorecer o envelhecimento saudável e ativo, inserção e incentivo dos nossos alunos”, informou Hortência Maciel Gago Araújo, coordenadora geral da Uniti.

O grupo é composto por mais de 50 pessoas, entre alunos e colaboradores, e ospadrinhos são a reitora Nair Portela e o professor Natalino Salgado. “A apresentação do Boi Novilho de Luz é mais uma ação de aproximação da UFMA com a rica cultura do Maranhão. O boi é uma atividade lúdica e uma grande vontade e manifestação feita pelos próprios alunos do curso, que produziram as roupas, as indumentárias, tudo”, exaltou a reitora.


A aluna e participante do grupo, Maria Amália Lobato Frazão, 66 anos, comentou que espera que, com esse evento, cada vez mais pessoas sintam-se estimuladas a participar da formação. “A Uniti é tudo pra mim. Nessa idade, a gente precisa muito de companhia e aqui eu encontrei muito isso. Somos todos grandes amigos e temos muitas atividades e oportunidades. E esse boi foi uma maravilhosa ideia da Marly Abdalla, porque o idoso gosta disso, de movimento, e não ficar ouvindo que só por que somos idosos não podemos fazer as coisas. Tem gente aqui que nunca tinha brincado boi, e agora pode” declarou.

Já para a aluna Raimunda Marly Viana Araújo, 64, a Uniti é “uma cura sem remédio”. Ela informou que chegou ao projeto numa época muito difícil da sua vida, logo depois de um divórcio, mas afirma que sua vida mudou completamente. “Eu era muito fechada e estressada e a Uniti me transformou muito. Hoje só choro se for de alegria e vivo sorrindo. Gosto tanto dessas brincadeiras que hoje estou aqui de índia no boi. Eu saio e passeio tanto que às vezes meus filhos não sabem nem a onde eu estou”, completou, exultante.

Saiba mais
Para participar do projeto do Curso de Formação Continuada oferecido pela Uniti é necessário que o interessado tenha, no mínimo, 50 anos, e compareça ao local de inscrição com a carteira de identidade, CPF, comprovante de residência com CEP, uma foto 3x4, além do pagamento de uma taxa de R$ 20.

O período de inscrições para o ano letivo de 2016 já se encerraram e o interessado deve ficar atento ao lançamento do próximo edital, pelo site da UFMA.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!