Exagerada, Globo proclama que Troféu Domingão é o “mais importante” da TV
Tecnologia do Blogger.

Exagerada, Globo proclama que Troféu Domingão é o “mais importante” da TV


Mauricio Stycer

Ampliar

Prêmio Melhores do Ano do "Domingão do Faustão" 201432 fotos

5 / 32
20.dez.2014 - Bruno Gagliasso, Jesuíta Barbosa e Alexandre Nero ajeitam as gravatas nos bastidores do Melhores do Ano, do "Domingão do Faustão". "Los Borboletas", escreveu Gagliasso ao postar a foto Leia mais Reprodução/Instagram
Duas emissoras promovem anualmente uma entrega de prêmio aos “melhores” da televisão. O Troféu Imprensa, desde 1982 no SBT, é o mais antigo (existe desde 1960). Apresentado por Silvio Santos, contempla premiados entre todas as emissoras. O outro é o Troféu Domingão. Já em sua 19ª edição, é apresentado por Fausto Silva e premia exclusivamente participantes de programas da Globo.
Nenhum dos dois prêmios deve ser levado muito a sério. É verdade que sempre rendem programas divertidos, mas estão longe de oferecer uma avaliação isenta do que ocorre na televisão.

No do SBT, a pré-seleção é feita pela própria emissora e a decisão final cabe a um pequeno número de jornalistas convidados. No da Globo, quem faz a primeira seleção são os funcionários da emissora em votação secreta. Os vencedores são escolhidos pelo público em votação online.
MelhoresDoAnoVocê pode preferir um ou outro prêmio, mas não dá para dizer que um é melhor que o outro. Muito menos, como proclamou a Globo, ao promover o “Troféu Domingão” em anúncios no meio da programação, dizer que se trata do “prêmio mais importante da TV brasileira”. Longe disso.
Com todo respeito a quem votou, é difícil classificar como sério um prêmio que considera Fernanda Gentil melhor repórter do que Caco Barcellos ou Ernesto Paglia. Ou um prêmio que julga Chay Suede a maior revelação do ano, numa competição com Irandhir Santos e Jesuita Barbosa.
Este ano, a Globo entregou o seu troféu duas vezes. Em março, como vinha ocorrendo há anos, foi exibido o programa referente aos melhores de 2013. E agora, no último domingo de dezembro, foi feita a entrega aos eleitos de 2014.
Não teve bronca, como em março de 2013, quando Faustão reclamou publicamenteda ausência de Marcos Caruso e Eliane Giardini na cerimônia. Mas sobrou ironia para Evaristo Costa, apresentador do “Jornal Hoje”, que não estava presente.
“O Evaristo vai receber pelo Sedex o troféu dele'', disse ao anunciar o vencedor do prêmio de melhor apresentador de telejornal. Faustão informou que o jornalista entrou de férias e não pode comparecer.
Em março de 2014, durante a entrega do prêmio aos melhores de 2013, Faustão atése desculpou pelo comentário feito no ano anterior sobre Caruso e Eliane. “Desculpa existe, não é uma borracha. Foi um problema interno, um erro nosso”, se justificou.
Em todo caso, prevenida, a atriz Luana Piovani, que concorria este ano como melhor atriz em série, viajou para o Havaí, mas apareceu, via Skype, interagindo com Faustão. Foi elogiada pelo apresentador.
Em meio ao excesso de elogios habitual, dedicado a todos e todas, Faustão se atrapalhou ao receber Bruno Gagliasso, ganhador do prêmio por sua atuação em “Dupla Identidade''. Ao falar da autora da série, o apresentador disse: “Gloria Perez, a Agatha Christie brasileira''. A obra da escritora inglesa, uma das mais famosas autoras de romances policiais da história, não tem paralelo com nada que a autora brasileira já escreveu.

0 comentários:

Postar um comentário

visualizações!